Exportação de celulares cai 91% em julho e de fibras ópticas, 80%.


As exportações brasileiras no segmento de telecomunicações despencaram 57,3% em função, principalmente, da retração de 91% nas vendas externas de aparelhos celulares, que passaram de US$ 25 milhões, em julho de 2013, para US$ 2 milhões, em julho deste ano. Os números, divulgados nesta sexta-feira (5) pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), contribuíram para a queda de 4,4% das exportações de todo o setor eletroeletrônico na comparação anual, que alcançaram US$ 619,1 milhões.

Segundo a entidade, além dos celulares, vários outros bens de telecomunicações apontaram quedas expressivas nas exportações, assim como equipamentos de comutação privada, fibras ópticas e equipamentos de comunicação sem fio, cujas retrações ultrapassaram 80%. Em relação ao mês anterior, as vendas externas do segmento de telecomunicações caíram 29,3%.

PUBLICIDADE

Já as importações de produtos eletroeletrônicos somaram US$ 3,5 bilhões, no mês de julho, 14% abaixo das ocorridas em julho de 2013. “Esse foi o quarto mês consecutivo que as importações apresentam resultados inferiores aos ocorridos no mesmo mês do ano passado, refletindo a queda do ritmo da atividade do setor que vem sendo verificada nestes últimos meses”, constata a Abinee no levantamento.

Na comparação anual, as importações no segmento de telecomunicações sofreram queda de 5,9% em julho. Porém, em relação ao mês de junho, as compras externas subiram 8,7%.

Anterior WxBR acredita em implantação do LTE em 450 MHz ainda este ano
Próximos Câmara lança app de notícias em tempo real para celulares