PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Banda larga

Existem 15 milhões de acessos de banda larga fixa não notificados, diz Advisia

Segundo as contas da consultoria, o Brasil vai fechar 2020 com 50,7 milhões de assinaturas, enquanto a Anatel deve registrar 35 milhões

O Brasil vai fechar 2020 com 50,7 milhões dos 94 milhões de imóveis com acesso a banda larga fixa, na estimativa da Advisia OC&C Strategy Consultants, enquanto o sistema de coleta de informações da Anatel (Sici) deve fechar com 35 milhões de acessos. “Quinze milhões de assinaturas é o número da subnotificação nesse mercado”, destacou o sócio-diretor da consultoria, Rodrigo Leite.

Na conta da Advisia entra imóveis rurais e estabelecimentos públicos e de organizações não governamentais, casas de praia e de campo e, uma tendência mais recente, o segundo link existente nas casas das classes A e B+. Porém, apesar dessa penetração do serviço, ainda há muito a ser feito, afirma Leite. Segundo ele, poucas desses serviços tem uma fibra de alta qualidade e definitiva. “Essa é uma boa notícia para a Oi, que tem um plano de infra company gigante”, disse.

Consolidação

Rodrigo Leite, que participou nesta sexta-feira, 2, de live promovida pelo Tele.Síntese, afirma que muitos fundos de investimentos estão interessados na venda da infraestrutura da Oi e nos planos de rede neutras de outras bigs, como TIM e Vivo, mas não deixam de olhar os ISPs de maior porte, com 400 mil a 150 mil acessos. “Esse movimento esquentou o mercado ainda mais e já têm provedores preparando IPO ainda para este ano”, disse.

Leite disse que grandes negócios podem ser anunciados nessa esteira inaugurada pela Oi. Ele afirma que a Advisia tem 35 empresas que contrataram a consultoria para serem vendidas ou para receber investimentos. “Todos estão atentos para as oportunidades de negócios que podem surgir”, completou.

Números

A Advisia também fez um balanço do número de ISPs existentes. De acordo com Leite, as entidades falam em 13 mil, 15 mil, mas no sistema de coleta de informações da Anatel (Cisi) o que se vê é uma proliferação CNPJ pertencentes a um só empreendedor. “A Advisia já fez uma consolidação desses CNPJs por grupos econômicos e concluiu que existem cerca de 4 mil provedores e certamente existem 6 mil provedores formais, com alguma base de acessos”, observou.

Para Leite, fica difícil passar a regra quando um empresário que fibrou um prédio, com 10, 15 acessos, se á um ISP ou não. “Mas se não é, vai ser”, afirma.

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Capacity LATAM 2024 vai debater conectividade e inovação na América Latina
Evento acontece nos dias 12 e 13 de março, com presenças de BNDES, META, AWS, Algar, Telxius , Mega Telecom, Elea Digital, Ufinet e mais.

 

Demanda por DWDM cresce e Multi PRO | ZTE amplia portfólio.
Além do DCI ZXONE – 7000 C2D produto lançado recentemente, a marca trará atualizações para equipamentos que já estão no mercado