Evento vai discutir papel das Edtechs no ensino público


Credito: Freepick

Desenvolver soluções tecnológicas, promovendo inovação para o modelo de ensino tradicional é o que define as Edtechs, mercado que cada vez mais cresce no país. Os produtos criados por essas startups podem ser aplicados em todas as modalidades desde o ensino primário, passando pelo superior, técnico e abrange a educação corporativa, cada um com suas especificidades e necessidades.

Ao explorar novos métodos pedagógicos e opções, as edtechs desenvolvem caminhos de aprendizagem para alunos de diferentes faixas etárias, mas com modelos mais flexíveis e ativos, em que a participação das pessoas é essencial para o desenvolvimento da trilha do conhecimento. E é por meio da tecnologia que tudo isso é possível, proporcionando ainda mais inclusão, engajamento e descobertas de áreas ou matérias que são condizentes com o perfil do aluno, já que cada um possui aptidões diferentes que devem ser respeitadas e estimuladas.

PUBLICIDADE

Essa pode ser a receita para mudar os rumos da educação brasileira, que continua mostrando o grande fosso existente na formação da sociedade. Enquanto as escolas públicas patinam por falta de material, computadores e conectividade, as escolas particulares passam por grande movimento de fusões, aquisições e expansão de diferentes tecnologias educacionais.

Com esse foco, o Tele.Síntese promove nos dias 4 e 5 de agosto o congresso Edtechs e as Escolas Públicas, com a participação dos maiores especialistas da área.

O acesso ao evento é gratuito, mas é necessário realizar a inscrição neste endereço.

Entre os debatedores confirmados estão:

  • Ana Caroline Vilasboas | Diretora de Articulação e Apoio às Redes de Educação Básica do MEC
  • Victor Lorran de Sousa Montenegro | Brazilian Talent & Ecosystem Manager da Huawei
  • Americo Mattar | Diretor-presidente da Fundação Telefônica Vivo
  • Leonarda Ofranti | Head Digital Education Services da Tim Brasil
  • Daniely Gomiero | Diretora de Comunicação e Responsabilidade Social da Claro e VP de Projetos do Instituto Claro
  • Raul Fuchs | VP Instituto Escola Conectada
  • Claudia Costin | Fundadora e Diretora do CEIPE FGV – Centro de Políticas Educacionais da Fundação Getulio Vargas
  • Diego Perez | Presidente da ABFintechs – Associação Brasileira das Fintechs
  • Rodrigo Alves | CEO do Veduca

Participe. Inscreva-se aqui. O acesso é gratuito. A programação completa está na página de inscrições do Edtechs e as Escolas Públicas.

PUBLICIDADE
Anterior Axxel vai investir R$ 50 milhões em expansão para 29 cidades com rede da V.tal
Próximos Veja quais bairros de BH, João Pessoa e Porto Alegre terão 5G SA da TIM