Escassez de chips favorece proliferação de 5G, diz CEO da Claro


Crédito: Divulgação. 5G
Paulo César Teixeira, CEO da Claro, em evento do Futurecom. Crédito: Divulgação

A inserção da tecnologia 5G por meio dos devices foi favorecida pela crise de desabastecimento de chips, como apontou o CEO da Claro, Paulo César Teixeira no Futurecom hoje, 10. A escassez fez com que o envio de chipsets para aparelhos 4G sofresse restrições, e levou ao realocamento da produção de processadores para os dispositivos 5G.

Segundo o executivo, isso pode significar uma transição de hardwares mais rápida do que nas gerações anteriores um papel de bastante relevância para a 5G em um curto espaço de tempo. “Na medida em que você consegue rapidamente priorizar uma tecnologia, você carrega com ela toda uma cadeia.”

PUBLICIDADE

Outro fato que favoreceu a penetração da quinta geração foi atraso no leilão 5G, o que poderá beneficiar mais o consumidor final, concorda o CEO da Claro, Paulo César Teixeira. Isso porque o país pôde começar a ingressar na tecnologia quando ela já estava mais madura. Com isso, há uma gama mais expressiva e mais acessível de equipamentos habilitados para a quinta geração, inclusive smartphones.

Agora, além dos smartphones 5G da categoria “premium”, estão disponíveis no Brasil, aparelhos na faixa de R$ 2 mil. “Claramente, você acaba penetrando mais rapidamente na base de clientes com devices que vão permitir esses clientes usufruírem da 5G”, analisa Teixeira.

O comentário do executivo foi em direção à fala do CEO da Huawei, Sun Baocheng, que afirmou que o Brasil se “restaurou” e está entrando em um momento “especial” com a finalização do leilão.

Do lado do B2B, o atraso do leilão propicia a implantação modelos já testados e instalados com sucesso em outras regiões do mundo. As primeiras revoluções sentidas com a chegada da 5G serão na Indústria 4.0, já que as indústrias precisaram ter maior eficiência para capturar o boom de produtividade frente a outros concorrentes.

Teixeira ainda comentou que, além dos recursos para as obrigações do leilão e de implantação de conectividade nas cidades, a Claro reservou um Capex para as demandas e soluções específicas do segmento de negócios.

Aceleração das aplicações 5G

De acordo com o gerente geral de 5G e Rede da Amdocs, Niall Norton, a 5G também barateia o lançamento de novos serviços, o que pode abrir novas oportunidades de negócios para startups.

A quinta geração foi projetada para possibilitar maior gerenciamento de espectro de rádio com o intuito de dividi-lo entre um número maior de licenças de serviços. A rede 5G também tem mais características para sua manipulação conforme a experiência exigida para os tipos de uso, informou o executivo.

PUBLICIDADE
Anterior Decisão do STJ cria desequilíbrio no mercado de MVNOs
Próximos Para Baigorri, faltam evidências de que mercado secundário precisa ser regulado