Ericsson renova crédito de US$ 2 bi para metas de sustentabilidade


Ericsson

A Ericsson anunciou hoje, 30, a renovação de uma linha de crédito rotativo de US$ 2 bilhões vinculado à ações sustentáveis da empresa. Os bilhões fazem parte de um crédito assinado em 2013, mas que a companhia não utilizou.

PUBLICIDADE

“A transação bem-sucedida destaca  confiança na performance financeira e sustentável da Ericsson, e a linha de crédito é respaldada por um grupo de bancos líderes globais e regionais”, afirmou a companhia em nota.

Com o ganho do crédito, a Ericsson se dedicará a dois Indicadores-Chave de Desempenho (KPI). Para cumprir um deles, a sueca deve se tornar neutra em carbono até 2030. O segundo KPI se conecta com fornecedores estabelecendo metas climáticas alinhadas a 1,5 °C.

A linha tem um prazo de cinco anos, com possibilidade de expandi-la duas vezes para mais um ano cada. Contando com o apoio financeiro de 18 bancos, o empréstimo deverá servir para propósitos corporativos gerais. Outras intuições financeiras podem participar da linha de crédito.

“Nós estamos satisfeitos que agora também podemos vincular nossas metas de ação climática às atividades financeiras da Ericsson”, afirmou o vice-presidente de Sustentabilidade e Responsabilidade Corporativa da Ericsson.

Os bancos HSBC e SEB atuaram como coordenadores da linha de crédito, enquanto SEB também foi o coordenador de Sustentabilidade. Por fim, o Sweedbank é o Agente de Linha. (Com assessoria de imprensa)

 

 

Anterior Antel, estatal do Uruguai, integra o conselho da 5G Americas
Próximos Eutelsat recusa oferta de fundador da Altice Europe