Argentina, aprova venda da Telecom, da Telecom Italia, para fundo


A longa novela de venda da operadora Telecom Argentina pela Telecom Italia entra em seus capítulos finais. Hoje, a agência reguladora de telecom do país, a Enacom, finalmente deu a autorização para que a empresa Fintech fique com a operadora, por US$ 960 milhões. A venda das operações na Argentina e a saída do país foi anunciada pela Telecom Italia em novembro de 2013.

No mesmo dia, a Enacom aprovou ainda a venda a Nextel Argentina para o grupo de mídia Clarín, que andava às turras com o governo central. Com a derrota do kirchnerismo, o a agência do novo governo aprovou a operação. Conforme o noticiário argentino, ainda falta palavra final da Comisión Nacional de Defensa de Competencia, autoridade para a competição.

“Fizemos a análise técnica e as condições estão impecáveis, agora a CNDC terá que decidir”, disse a diretora da agência, Silvana Giudici, sobre as vendas. (Com agências internacionais).

PUBLICIDADE

[Atualizado em 7 de março: Errata – Ao contrário do que dizia o título e o segundo parágrafo do texto, o fundo Fintech não pertence ao Grupo Clarín, mas ao mexicano David Martinez. Ao Clarín foi dado o direito de adquirir os ativos da NII Holdings no país, a operadora Nextel Argentina.]

Anterior Comprovação de tecnologia nacional terá que ser feita até 30 de abril
Próximos Regulador mexicano confirma vencedores de leilão