Empresas gastarão US$ 43 bilhões em tecnologia na América Latina, até 2025, diz IDC


Reprodução
Silmar Palmeira, diretor sênior de produtos da Qualcomm Latam, durante live nesta segunda, 23 – reprodução

Até 2025, empresas da América Latina terão gasto US$ 43 bilhões em tecnologia, segundo a IDC. O valor foi um dos dados fornecidos pela consultoria em encontro com jornalistas nesta segunda, 23.

Esses US$ 43 bilhões em tecnologia, segundo Reinaldo Sakis, gerente de pesquisa e consultoria da IDC, serão destinados principalmente a ferramentas de robótica e AR/VR aplicados na indústria.

PUBLICIDADE

A questão foi inserida em conversa sobre as vantagens do uso do 5G mmWave, dividida entre IDC e Qualcomm. De acordo com estudo da IDC, o tráfego de dados crescerá quatro vezes entre 2020 e 2025.

As conexões 5G globais, neste período, passarão de 165 milhões para 4 bilhões, um aumento de 99,3%. É nesse contexto, que surge a vantagem do uso do 5G mmWave, segundo a Qualcomm.

“Quando você vai para a milimetragem, não tem essa de faltar espectro. Então as operadoras poderão ter uma oferta mais abrangente e agressiva de serviços”, disse Silmar Palmeira, diretor sênior de produtos da Qualcomm Latam.

Ele pontuou que, em 2020, ondas milimétricas eram usadas principalmente em três lugares; EUA, Japão e Singapura. “Hoje o panorama é completamente outro. O Brasil está com espectro em progresso. Então a adoção de ondas milimétricas é mais ampla, juntamente com a tecnologia 5G. Empresas se juntaram para trabalhar nessa milimetragem: TIM, Qualcomm, Verizon e outras”. falou Palmeira.

Rapidez

Ondas milimétricas permitem maior tráfego. De acordo com dados da IDC, o 5G mmWave deverá ser 38 vezes mais rápido que o 4G e 19 vezes mais rápido que o 5G sub-6 em velocidades de download.

Palmeira também pontuou que as ondas milimétricas necessitam de 4 vezes menos equipamentos para o mesmo tráfego.

Mas os fabricantes já apostam na tecnologia. Segundo ele, o mmWave estará “em mais de 150 devices de 50 parceiros”.

PUBLICIDADE
Anterior Governo facilita instalação de emissoras de rádio e TV em faixa de fronteira
Próximos Vivo estende parceria com a Amdocs no quad-play por mais 4 anos