PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Mercado

Em reviravolta, Sam Altman retorna como CEO da OpenAI, criadora do ChatGPT

Fundador da startup especializada em IA havia sido demitido pelo conselho na sexta-feira, 17; Greg Brockman, presidente da empresa, também volta para o cargo após demissão
Sam Altman retorna à OpenAI após acordo com startup de IA
Após acordo, Sam Altman retorna à OpenAI (crédito: Reprodução)

Após trocas de acusações e uma demissão que pegou o mundo da tecnologia de surpresa, Sam Altman, fundador da OpenAI, voltará ao cargo de CEO da startup criadora do ChatGPT. As informações foram confirmadas pela empresa na madrugada desta quarta-feira, 22.

“Chegamos a um acordo de princípio para Sam Altman retornar à OpenAI como CEO com um novo conselho inicial composto por Bret Taylor (presidente), Larry Summers e Adam D’Angelo”, afirmou a empresa, em um post publicado na rede social X (antigo Twitter). “Estamos colaborando para descobrir os detalhes. Muito obrigado pela sua paciência com isso”, acrescentou a companhia.

Altman foi demitido na sexta-feira, 17, pelo conselho da companhia. Em comunicado, a empresa disse que o CEO não era “consistentemente sincero em suas comunicações”.

Ao ser readmitido, Altman, também no X, disse que está “ansioso para retornar à OpenAI e desenvolver nossa forte parceria com a Microsoft”. A big tech é uma das principais investidoras da startup e, inclusive, integrou o ChatGPT a diversos dos seus serviços digitais.

Entre a demissão e o retorno, o executivo foi contratado pela Microsoft. O anúncio foi feito na segunda-feira, 20. Nas redes sociais, o CEO da Microsoft, Satya Nadella, disse que se sente “encorajado pelas mudanças no conselho da OpenAI” e que isso “é o primeiro passo essencial no caminho para uma governança mais estável, bem informada e eficaz”.

Em meio à confusão, Greg Brockman, presidente e também fundador da OpenAI, deixou a startup em solidariedade à Altman. Ele também foi readmitido.

No X, Brockman disse que “voltaremos mais fortes e unidos do que nunca”. Ele também agradeceu aos funcionários da companhia pela lealdade – um grupo ameaçou provocar uma demissão em massa caso os fundadores demitidos não retornassem – e aos executivos da Microsoft, “por seu apoio inabalável durante este capítulo difícil”.

Brockman ainda publicou uma foto celebrando o retorno à startup.

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Chatbot com IA da Mundiale automatiza vendas dos ISPs em até 84%
ISPs ainda podem contar com envio automatizado de boleto com régua de cobrança para reduzir a inadimplência e com gerenciamento fim-a-fim.