Em cerimônia fechada, MCom empossa Baigorri e Coimbra na Anatel


Em cerimônia fechada, MCom empossa Baigorri e Coimbra para a Anatel. Crédito: Anatel
Em cerimônia fechada, MCom empossa Baigorri e Coimbra para a Anatel. Crédito: Anatel

Em cerimônia fechada, Ministério das Comunicações (MCom) deu posse a Carlos Baigorri como o novo presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), e a Artur Coimbra, como membro do Conselho Diretor da agência em complementação de mandato. O evento ocorreu na manhã desta quinta-feira, 14 . As nomeações foram publicadas ontem em edição extra do Diário Oficial da União. Outra cerimônia de posse, dessa vez na Anatel, deve acontecer no início de maio.

Durante a posse, segundo a assessoria do MCOM, Baigorri destacou duas pautas importantes da sua gestão recém-empossada, “uma ligada ao passado e outra de olho no futuro”: o fim das concessões de telefonia fixa, iniciadas no fim dos anos 90 e com fim previsto para 2025; e o 5G, que levará conectividade às escolas públicas, cobertura a todos os municípios e 4G para as rodovias e localidades ainda não atendidas.

PUBLICIDADE

Baigorri é economista e servidor de carreira da Anatel desde 2009. Nesse período na Agência, ocupou cargos de chefe da Assessoria Técnica, superintendente de Controle de Obrigações, superintendente de Competição e Superintendente-Executivo.

Já Coimbra disse que sua meta como conselheiro da Anatel “é implantar o 5G e garantir que tudo que foi construído no plano das políticas públicas chegue às ruas para que a população possa usufruir o mais rápido possível dessa tecnologia”.

Coimbra é advogado e procurador federal pela AGU desde 2007, tendo atuado como especialista em regulação de serviços públicos de telecomunicações na Anatel e como diretor do Departamento de Banda Larga, de 2011 a 2020. Ocupa o cargo de Corregedor na Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD).

Baigorri, diz o MCOM, assumirá a presidência da Anatel pelos próximos cinco anos. O prazo está em disputa no TCU, no entanto, que defende limite de três anos, uma vez que ele já tinha assento como conselheiro. Coimbra ocupará a vaga de conselheiro que pertencia a Baigorri, em complementação de mandato, até novembro de 2024. Ambos foram sabatinados no Senado Federal e tiveram suas indicações aprovadas em 7 de abril.

Primeira mulher

Com a saída de Artur Coimbra do ministério para assumir a vaga de conselheiro, Nathália Lobo assume a Secretaria de Telecomunicações. Servidora de carreira da Anatel, ela já era diretora de políticas setoriais da secretaria. Esta é a primeira vez que a secretaria de telecomunicações é comandada por uma mulher.

Nathália tem doutorado em Economia pela Universidade de Brasília (UnB). Antes de chegar ao MCom, ocupou cargos de assessoria na presidência e Conselho Diretor da agência. Também foi coordenadora geral de telecomunicações na Secretaria de Desenvolvimento da Infraestrutura do Ministério da Economia.

PUBLICIDADE
Anterior V.tal lança serviços de fibra até a torre e de conexão entre PoPs
Próximos Ericsson registra perdas da guerra na Ucrânia e do escândalo no Iraque