Ellalink vai usar landing station da Telefónica em Fortaleza


A Ellalink, dona de uma cabo submarino que atravessa o Atlântico para conectar a Europa ao Brasil, avisou que vai usar a landing station em Fortaleza e redes terrestres da Telxius no Brasil, braço de infraestrutura do grupo Telefónica. Há ainda a previsão de conexão com o BRUSA, cabo da Telefónica que liga o Brasil aos Estados Unidos. A Telefónica, por sua vez, deve ter acesso a capacidade do cabo da Ellalink.

“Esta colaboração vai alavancar a rede submarina da Telxius e suas extensões terrestres em toda a América Latina. Especificamente, a landing station da empresa em Fortaleza vai conectar três continentes: América do Norte e Central, África e Europa pela Ellalink”, disse Rafael Arranz, COO da Telxius, em comunicado.

PUBLICIDADE

Já Diego Matas, COO da Ellalink, afirmou que o acordo para uso da estação da Telxius em Fortaleza “é ideal para para a Ellalink, ao mesmo tempo em que fortalece a diversidade de rotas transatlânticas da Telxius”. Não foram dedos detalhes financeiros do negócio, nem prazo de validade do contrato.

Pelo acordo, a Ellalink passará a entregar conectividade também no Rio de Janeiro, além de São Paulo e Fortaleza no Brasil, como era previsto até o anúncio.

Mapeamento oceânico

A Ellalink avisou também, na semana passada, que obteve as licenças da Anatel no Brasil, e da Anacom em Portugal, para funcionar. A empresa já completou o mapeamento oceânico para instalação e começou a fabricação do cabo. A empresa diz que o lançamento operacional será no final de 2020. (Com assessoria de imprensa)

Anterior AT&T tem novo plano estratégico e diz que CEO fica no cargo até fim de 2020
Próximos PDT ingressa no STF contra privatização do Serpro e Dataprev