EllaLink conclui instalação marinha do cabo que liga Brasil à Europa


A EllaLink anunciou hoje, 11, que concluiu com sucesso a instalação marítima do sistema de cabos transatlânticos de entre a Europa e a América Latina. Para a próxima etapa do projeto, a operadora contratou a Infinera para iluminar a rede.

PUBLICIDADE

A ativação do cabo usará a tecnologia ICE6 800G, suportando mais de 100 terabits entre Portugal e Brasil. Além disso, a rede suportará um link de 30 Tbps de Portugal à Madeira, com uma rota adicional de 40 Tbps entre Portugal e Marrocos no futuro.

A EllaLink também planeja usar o ICE6 para reforçar a capacidade em sua rede terrestre de longa distância entre Sines, Lisboa, Madrid e Marselha. Haverá futuras expansões do cabo para a Guiana Francesa, Mauritânia, Ilhas Canárias e Marrocos.

O cabo era planejado desde o começo da década passada, como forma de permitir um fluxo direto de dados entre Brasil e Europa, sem passagem por servidores dos Estados Unidos. O governo brasileiro contribuiu para a idealização do projeto, e pretendia participar por meio da Telebras. Mas desistiu no meio do caminho, por falta de recursos.

Com isso, a iniciativa passou a ser 100% privada e europeia. O cabo usará landing stations da Telxius, empresa do Grupo Telefónica, no Brasil.

Anterior Idec publica nota técnica com críticas à revisão do RGC pela Anatel
Próximos Governo troca chefe da Secom