EBITDA da Algar Telecom cresce 18% e lucro, 8% em 2015


Em TV por assinatura houve o único encolhimento de negócio. O segmento encerrou o ano de 2015 com 107 mil usuários, um decréscimo de 12,5% se comparado a 2014. Essa queda é decorrente das iniciativas de limpeza de base e melhoria da qualidade das vendas.

Logo_Algar propA Algar Telecom divulgou hoje, 15 de março, o balanço financeiro da empresa para 2015. A companhia registrou avanço de 18% no EBITDA (lucro antes de juros, depreciações e amortizações) em relação ao ano anterior, chegando a R$ 641,8 milhões. A margem EBITDA consolidada foi de 24% em 2014 para 27% em 2015. O crescimento consolidado da receita bruta foi de 8,5%, alcançando R$ 3,1 bilhões.

“O atual cenário do país apresenta novos desafios, mas também novas e muitas oportunidades. Seguiremos com as nossas metas no negócio de Telecom: manutenção e proteção da base de clientes do segmento varejo, expansão do segmento corporativo e a melhoria da eficiência operacional”, afirma o presidente da Algar Telecom, Jean Carlos Borges.

Durante 2015 a companhia ampliou sua área de cobertura no mercado corporativo. O atendimento em mais cidades impulsionou crescimento da receita, com incremento de 14% nas soluções de telecom para este tipo de cliente. A compra da empresa Optitel permitiu acelerar a expansão dos serviços de telecom para o Sul do país. O investimento representou o acesso a uma rede de fibra ótica de 9,5 mil quilômetros, instalada em uma área que abrange 237 cidades nos estados do PR, SC e RS.

PUBLICIDADE

No segmento de varejo, houve a ampliação da oferta de ultra banda larga, que possibilita conexões de internet a partir de 10 MB, podendo atingir até 200 MB. O ano de 2015 encerrou com o serviço disponível em 10 cidades de MG e SP. A empresa também teve crescimento de 9,8% no número de acessos de banda larga fixa, fruto da expansão e modernização das redes. 32 % da base de clientes já conta com ultra velocidades (acima 10 Mbps).

No negócio Soluções Integradas de TIC e BPO, com a subsidiária Algar Tech, houve crescimento de 8% na receita bruta do negócio.

Ao final de 2016, a rede celular 3G alcançará a cobertura de 100% da área urbana dos 87 municípios onde são disponibilizados serviços e produtos celular. Avanços no projeto de construção do cabo submarino, saindo de Santos (SP) e chegando a Boca Raton (EUA). Em 2015, iniciou-se a fabricação do cabo e em 2016 ele começará a ser lançado ao mar. Esperamos realizar ainda em 2016 os primeiros testes para entrada em operação em 2017;

Resultados financeiros
A receita bruta consolidada da Algar aumentou em 8,5% em relação a 2014, somando R$ 3,1 bilhões. Deste valor, 72% foi resultado do negócio telecom e 28% do negócio Soluções Integradas de TIC e BPO.

O negócio de telecomunicações registrou R$ 2,229 bilhões de receita bruta, acréscimo de 8,8% ao montante auferido em 2014. Os maiores destaques do período foram o aumento de 14,2% nas receitas de serviços de dados para o mercado corporativo e de 17,7% nas receitas de voz e dados móveis.

As soluções integradas de TIC e BPO tiveram receita bruta 7,8% superior à registrada no ano anterior, atingindo R$ 862,9 milhões em 2015, ante R$ 800,7 milhões em 2014. Essa performance é explicada tanto pela conquista de novos clientes quanto pelo aumento de escopo dos contratos vigentes. Ao final de 2015 as receitas de TI já representavam 52% da receita total desse negócio.

A receita operacional líquida da companhia totalizou R$ 2.418,4 milhões – evolução de 8,1% em relação a 2014. O resultado financeiro líquido foi de R$ 158,7 milhões em 2015, incremento de 25% em relação ao de 2014. O lucro líquido foi de R$ 153,6 milhões, aumento de 8%, mesmo com o acréscimo de 25% nas despesas financeiras líquidas.

O EBITDA do negócio de telecom atingiu R$ 537,2 milhões em 2015, uma expansão de 19% sobre o de 2014. A margem, por sua vez, passou de 30% em 2014 para 33% em 2015, um crescimento de 3 p.p. O negócio de soluções integradas de TIC e BPO encerrou o ano com R$ 104,6 milhões de EBITDA, 13% superior ao contabilizado em 2014. A margem foi de 14%, ante 12% em 2014, um crescimento de 2 p.p.

Investimentos
Em 2015 foram investidos R$ 501 milhões. Do total de investimentos, 61% foram direcionados à expansão das redes e 6% para a expansão do negócio Soluções Integradas de TIC e BPO. A manutenção da operação e a garantia da qualidade dos serviços recebeu 22% dos recursos e, por fim, os outros 11% foram direcionados para a aquisição da empresa Optitel, no negócio Telecom.

Desempenho operacional
Ao final de 2015, a Algar Telecom tinha mais de 3,3 milhões de Unidades Geradoras de Receitas (UGR), um incremento de 8,3% em relação a 2014. Em telefonia fixa, cresceu. Alcançou 1,44 milhão de linhas fixas, superando em 9,6% o número registrado em 2014. Esse desempenho é reflexo, principalmente, do aumento das vendas ao segmento corporativo.

Na telefonia móvel os acessos evoluíram 9,5% no comparativo anual e registrou 1.260 mil clientes em 2015. O número de clientes pré-pagos aumentou 8,8%, passando de 874 mil em 2014 para 951 mil em 2015, estimulados pelo plano com pacote de dados de 50MB. Os pós-pagos, por sua vez, cresceram 11,6% no período e alcançaram 309 mil. A receita média por usuário (ARPU) de 2015 foi de R$ 22,03.

Na banda larga, a empresa teve crescimento de 7,1%, atingindo 530 mil acessos em 2015. Na banda larga fixa (xDSL), uma evolução de 9,8% que é resultado dos constantes investimentos na expansão e modernização da rede. Ao final do ano, a companhia somou mais de 140 mil clientes com planos de ultra banda larga (velocidade acima de 10Mbps), o que representa 32% da base total de banda larga fixa. A banda larga móvel, por sua vez, totalizou 104 mil acessos – queda de 3,0%, em virtude do menor número de clientes utilizando mini modens para acesso à banda larga e pela preferência por planos de alta velocidades na banda larga fixa.

Em TV por assinatura houve o único encolhimento de negócio. O segmento encerrou o ano de 2015 com 107 mil usuários, um decréscimo de 12,5% se comparado a 2014. Essa queda é decorrente das iniciativas de limpeza de base e melhoria da qualidade das vendas.

Anterior A construção do novo Marco de Telecom em debate na próxima terça, dia 22
Próximos Dígitro implanta full IP VoIP em São Bernardo