É hora de sintonizar com o futuro


A Lei do SeAC (Lei de TV paga) e sua política de cotas teve mais acertos do que erros, na avaliação de Cícero Aragon, diretor presidente da Box Brasil. Segundo ele, nesses 10 anos a sua empresa transmitiu 200 mil horas e 23 mil conteúdos brasileiros independentes. Mas ele reconhece que agora é preciso realinhar a política e sintonizar o setor com o futuro.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Anterior Surf oferta microcrédito em parceria com distribuidora de energia
Próximos Oi terá plataforma de crédito para Pequenas e Médias Empresas