Dry e Nuh! ganham licitação do chip neutro da RNP


MVNOs vão atender alunos do Internet Brasil/Crédito: Freepik
MVNOs vão atender alunos do Internet Brasil/Crédito: Freepik

As MVNOs Dry Company do Brasil Tecnologia, ligada à Surf Telecom, e a Nuh! Digital serão as primeiras fornecedoras de chips e planos de dados para os alunos beneficiados na primeira etapa do Programa Internet Brasil. A seleção foi feita pela Rede Nacional de Estudo e Pesquisa (RNP), cujo resultado foi divulgado nesta quinta-feira, 26, após a publicação da lei que instituiu o programa.

As empresas devem fornecer 10 mil pacotes de dados, nas tecnologias 3G e 4G, com pelo menos 5GB mensais, podendo ser ampliado para 770 mil acessos em 12 meses. A Dry, primeira colocada, ficará responsável por 70% dos acessos.

PUBLICIDADE

A qualidade do serviço de dados móveis deve atender, no mínimo, aos requisitos dos regulamentos aplicáveis da Anatel, garantindo atendimento suficiente para que o acesso à conteúdos educacionais ocorra de forma remota. O aluno poderá usar o pacote de dados em Gigabytes de seu plano de dados para navegar na Internet, acessar conteúdos e aplicativos de forma irrestrita, a fim de realizar as suas atividades acadêmicas e curriculares, e deverá ser possível o roteamento para o sinal WiFi, na modalidade “hotspot”, para outros dispositivos como “tablets”, “notebooks” e computadores.

Todo o tráfego de dados demandados pelos usuários deverá ser direcionado para a solução de monitoramento da RNP ou de empresa indicada por ela. Portanto, deverá ser implementada configuração de APN (Access Point Name) capaz de convergir o tráfego para endereço indicado, de forma a viabilizar o monitoramento e controle de acesso.

A RNP definirá a rede a ser utilizada de acordo com cobertura do sinal de telefonia móvel disponível na área de uso do chip, da melhor qualidade de sinal na região e conforme critérios especificados no termo de referência. Está prevista a possibilidade de troca de operadora, por falta de qualidade do sinal ou por mudança de endereço do aluno e ainda em decorrência do término de contrato com a RNP.

As MVNOs vencedoras da seleção do Programa Internet Brasil deverão iniciar o fornecimento em até cinco dias após assinatura do contrato. A RNP firmou uma parceria com o Ministério das Comunicações para apoio à estruturação e operação do Programa Internet Brasil.

PUBLICIDADE
Anterior Lei do Programa Internet Brasil entra em vigor
Próximos OIW, Huawei e Agora se unem por redes ópticas para ISPs