Dinheiro do FGTS é usado em compra de celular


Shutterstock/PureSolution
Shutterstock/PureSolution

A sondagem de conjuntura do mês de maio de 2017 da Abinee apresentou indicadores da indústria elétrica e eletrônica mais favoráveis do que os verificados na pesquisa de abril.

Houve um aumento no percentual de empresas com incremento nas vendas/encomendas tanto em relação a maio do ano passado, como em comparação com o mês imediatamente anterior.

No caso de bens de consumo, verificou-se incremento nas vendas de telefones celulares que estão contando, também, com a liberação do FGTS. O mercado de bens de Informática, (PCs notebooks e tables), continuou retraído, principalmente no caso de tablets, que não apresentaram reação nos primeiros meses deste ano.

Porém, o agravamento da crise política que o país atravessa está aumentando as incertezas. Notou-se redução no percentual de empresas que projetam crescimento nas vendas/encomendas para o ano de 2017, que foi diminuindo de 74%, para 63%, e 56% nos últimos três levantamentos.

Segundo a CNI, no mês de maio de 2017, a confiança do consumidor voltou a cair. O INEC – Índice Nacional de Expectativa do Consumidor – recuou 2,7% em relação a abril.

Desde o início do ano a confiança alternou variações positivas e negativas, mas as últimas duas quedas (março e maio) foram mais fortes que os dois últimos crescimentos (fevereiro e abril). Assim sendo, o INEC encontra-se 7,3% abaixo de sua média histórica. (assessoria de imprensa).

PUBLICIDADE
Anterior Fujtisu desenvolve tecnologia para acelerar IoT
Próximos Rádio Cidadão e radioamador são os serviços mais procurados na Anatel