Desempenho do PSD em votos para Temer dificulta volta de Kassab para Cidades


foto-Kassab

Diferentes analistas acham que o ministro Gilberto Kassab deverá permanecer no comando do MCTIC a não mudar para a pasta das Cidades, o seu sonho,  devido a votação de ontem,02, da Câmara dos Deputados, que decidiu enterrar a primeira denúncia de corrupção contra o presidente Michel Temer.

Dos 38 deputados do PSD, o ministro Kassab teve 14 votos dissidentes, contrários ao presidente Temer. Entre os maiores partidos da base aliada, somente o PSDB teve dissidência maior, com 21 votos contrários, 22 favoráveis ao presidente e 4 ausências (que somam a favor de Temer). O PSB  deu 13 votos a favor de Temer sendo duas ausências- e  22 votos contrários já é considerado por muitos fora da base.

PUBLICIDADE

Embora não se fale no enfraquecimento de Kassab no governo, por causa desse resultado,  interlocutores do mercado avaliam que ele não ganhou força suficiente para disputar a pasta que está almejando há muito tempo, em uma futura mudança ministerial. Kassab gostaria de voltar para o ministério das Cidades, onde tem verba e prefeitos.

Mas o nome mais forte para substituir o tucano que hoje ocupa aquele ministério parece ser o de Carlos Marun (PMDB/MS).

Anterior Prates: Nas redes de satélites, a oferta de banda larga passa pela franquia de dados
Próximos Finep vai renegociar dívidas