Desembolso do BNDES para as teles encolhe 60% em 2015


O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) divulgou hoje, 25, o volume total de desembolsos do ano passado, no valor de R$ 136 bilhões, queda de 28%. O setor de telecomunicações foi o que registrou a maior queda, frente aos recursos liberados em 2014, de 60%, quando recebeu R$ 2,1 bilhões.

Mesmo na relação dos projetos em aprovação no ano passado, as telecomunicações também têm queda vertiginosa. Conforme o relatório, no ano passado, só foram aprovados projetos no valor de R$ 697 milhões para o segmento, queda de 76% frente ao que havia sido aprovado em 2014. No total, os projetos em aprovação no ano passado, somavam apenas R$ 109, 49 bilhões, 47% inferior ao ano imediatamente anterior.

PUBLICIDADE

Segundo o banco, o maior demandante dos recursos foi o setor de infraestrutura, principalmente o de energia elétrica, no geral, a infra recebeu 40,4% do total dos recursos. As aprovações atingiram R$ 109,5 bilhões, e as consultas, R$ 124,6 bilhões. Os dois indicadores tiveram recuo de 47% em relação a 2014. Conforme o banco, o desempenho acompanhou a desaceleração da demanda por novos investimentos e foi influenciado pela política de ajuste fiscal do governo, o que implicou duas mudanças: condições mais restritivas nos programas equalizados e fim da política de empréstimos do Tesouro Nacional ao BNDES.

Em relação a toda economia, apenas três setores tiveram incremento de recursos do banco no ano passado em relação a 2014: o de energia elétrica, (+15%), de transporte ferroviário (+25%), e outros transportes (+96)

 

PUBLICIDADE
Anterior Mudanças na campanha do desligamento da TV analógica
Próximos Cade autoriza compra da divisão de conversor da Cisco pela Technicolor