Descarte correto de equipamentos é a aposta da Phonoway Sistemas


Enquanto não sai a regulamentação final da logística reversa, prevista pela Política Nacional de Resíduos Sólidos, iniciativas simples podem contribuir para o descarte correto de equipamentos de telecomunicações com resultados significativamente positivos para o meio ambiente. É o que pensa e faz a Phonoway Sistemas, distribuidora de produtos da Siemens, que adotou uma solução de reaproveitamento dos descartes em parceria com a empresa Reciclo Metais, especializada em reciclagem de placas e equipamentos eletro-eletrônicos.

O trabalho da Phonoway se dá em duas frentes. Na primeira, nas vendas diretas, a empresa recolhe todos os equipamentos telefônicos substituídos dos clientes finais, faz o acondicionamento correto deles e guarda em uma sala preparada especialmente para este fim. Após armazenar uma quantidade razoável, envia todos os equipamentos obsoletos para a Reciclo Metais, que dá a destinação correta deles.

PUBLICIDADE

Na outra frente, o trabalho da empresa é conscientizar os revendedores dos produtos distribuídos por ela a dar uma destinação sustentável. “Nós esperamos que nossa atitude sirva de exemplo e que iniciativas como essa se multipliquem, antes mesmo da regulamentação completa da logística reversa”, torce Gilberto Ferreira de Lima, gerente administrativo da Phonoway.

Para Lima, a empresa preocupada com o meio ambiente, que se alia a uma imagem sustentável, ganha espaço privilegiado na mídia e acaba por conquistar um diferencial competitivo. “Já existem pesquisas que comprovam isso e o mercado está sensível à questão”, sustenta.

Além disso, Lima afirma que medidas simples como a adotada pela sua empresa têm custos relativamente baixos comparados com os resultados positivos. Ele informa que, por mês, a Phonoway fez duas entregas de material a Reciclo Metais, cada uma com uma tonelada, com custo de transporte em torno de R$ 1,2 mil. “É barato e a natureza agradece”, completa.

A Phonoway Sistemas emprega 250 pessoas. Tem sede em São Paulo, mas atua também no Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Curitiba e Campinas.

Anterior Acordo entre Telefónica e Iusacell garantirá cobertura de 85% do México
Próximos Claro, Oi, TIM e Vivo venderão internet 4G a partir de abril de 2013