De olho na gig economy, TIM cria app para atrair revendedores independentes


TIM cria app de vendas para profissionais autônomos
Crédito: Divulgação

Uber, iFood, e agora, a TIM. O que essas empresas têm em comum? Todas investem em um modelo de negócio que permite a adesão de um motorista, lojista ou revendedor a partir do simples download de um aplicativo e cadastramento remoto. De olho da gig economy, a TIM lançou hoje seu app com o objetivo de expandir as vendas de linhas por meio de revendedores independentes, o TIM + Vendas.

Segundo a operadora, o app recebe cadastros de quaisquer interessados, que não precisam ter experiência no mercado de telecomunicações. A operadora fornecerá treinamento online detalhando como utilizar a ferramenta para realização de vendas. O aplicativo já pode ser baixado nas lojas do Google e Apple, de forma gratuita.

PUBLICIDADE

Para utilizar app, o profissional faz o download do aplicativo, realiza um cadastro e inicia o fluxo para compra e revenda de chips e recargas. O pagamento poderá ser feito por boleto e PIX. Após essa etapa, os chips serão enviados para o endereço do comprador e as recargas disponibilizadas para que o usuário comece a comercializar os produtos.

“A TIM acredita que esta ferramenta é uma oportunidade importante para que consigam gerar renda com os nossos produtos. Trata-se de uma modalidade eficiente e com uma rede de parceiros autônomos capazes de conquistar novos clientes em uma nova modalidade de negócios atrativa. Com isso, o profissional ganha incentivos com cada venda realizada.”, explica Silmara Maximo, Diretora de Sales Consumer & SMB da TIM Brasil.

O app de vendas é um canal para revendedores autônomos, mas também garantirá a entrada da TIM em canais alternativos, de forma pioneira, oferecendo uma nova forma de negócio. Além das opções de compra de recarga e chip, os profissionais autônomos cadastrados na plataforma poderão contar com funções exclusivas do aplicativo, como: consulta de extrato, carteira digital, entre outras. (Com assessoria de imprensa)

PUBLICIDADE
Anterior Bancos e telecom no topo do ranking dos Procons em 2021
Próximos Inatel inicia testes de Open RAN como parte do programa Open Field