Datora registra queda de 32% no lucro em 2021


Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

A operadora móvel Datora divulgou hoje, 7, os resultados do ano de 2021, no qual apresentou lucro líquido de R$ 21,33 milhões. A cifra demonstra uma queda de 32% em relação a 2020, mas é ainda três vezes superior ao apurado em 2019.

Apesar da queda no lucro da Datora em 2021, a receita do grupo aumentou. Cresceu 18% e atingiu R$ 631,81 milhões. A diminuição do lucro líquido se deu em razão do aumento dos custos da companhia, que saltaram 16% na comparação ano a ano. Cresceram despesas operacionais, administrativas e com vendas. Entre as despesas, aquelas com o IPO não realizado (veja mais abaixo).

PUBLICIDADE

Segundo a administração da empresa, o ano de 2021 foi bastante desafiador, havendo quebras constantes das expectativas relacionadas ao pós-pandemia de Covid-19.

“Ao longo do tempo vimos o aquecimento do mercado de forma fervorosa no primeiro semestre, mas também o arrefecimento radical no segundo semestre provocado pela continuidade dos efeitos da COVID sobre a economia e pelo agravamento da crise fiscal, desencadeando em alta na inflação, na selic e no câmbio, além deum PIB pressionado e um mercado sem indicações claras das rotas de tendência para a economia brasileira”, diz a empresa em relatório.

Ainda assim, a Datora registrou “crescimento consistente” nos quatro segmentos de mercado em que atua: VoIP, CPaaS (Communication Platform as a Service) Geral, CPaaS IoT e CPaaS OTT.

IPO Frustrado

No relatório a empresa deu mais detalhes dos motivos que levaram à desistência, ainda que provisória, de abertura de capital. A IPO estava planejada para realizar a saída do capital da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge). Segundo a empresa, as negociações iam bem no primeiro semestre, mas houve reversão de tendência no segundo semestre, o que levou ao encerramento de diversos projetos de IPO.

Ainda assim, a empresa diz que a iniciativa foi bem sucedida por ter profissionalizado a gestão e estruturas da empresa. Os números foram auditados, e a Datora passou a enxergar e ter acesso a novas estruturas de financiamento junto aos bancos.

Os preparativos também resultaram em um mapeamento mais detalhados dos concorrentes e de potenciais alvos para aquisição, “o que nos abriu um leque novo quanto à nossa estratégia de crescimento”.

Escolas conectadas

A Datora também deu alguns número da mobilização junto a ISPs para prover escolas públicas com acessos de pelo menos 100 Mbps. A iniciativa, chamada Escola Conectada, foi lançada em agosto de 2021 e terminou o ano com 40 estabelecimentos de ensino atendidos, nos quais estão matriculados 16 mil alunos. Outras 21 escolas estão em fase de ativação do acesso, e outras 260 escolas na lista de candidatas a receber o projeto.

PUBLICIDADE
Anterior Uma após outra, big techs deixam a Rússia
Próximos STF obriga empresas a ter 0800 para atendimento no RJ