Curitiba faz parceria com startup para mudar espaço urbano


A startup MCities fechou uma parceria com a prefeitura de Curitiba para o implantação de seus sistema, que envolve soluções de internet das coisas para transformar os espaços urbanos em experiências de alto valor agregado.

PUBLICIDADE

“Investimos no conceito de cidade interativa, cujo diferencial é humanizar a tecnologia para conectar pessoas com o mundo real e valorizar as relações fora do ambiente virtual”, explica o CEO da MCities, Paulo Hansted.

O sistema desenvolvido vai muito além de um portal, blog ou aplicativo. Segundo o executivo, é uma metodologia de organização sistêmica e espacial do ambiente urbano, que integra sete mecanismos de interatividade e inteligência: plataforma móvel, web, redes sociais, QRCodes, beacons, rotas virtuais e eventos de intervenção urbana.

Em Curitiba, começou a sua implementação em uma local de grande movimento, a Alameda Prudente de Moraes. Nos próximos meses o sistema MCities será ampliado para outras vias e até o primeiro semestre de 2019 chegará a São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Recife e Belém.

Na Alameda Prudente de Moraes, na capital do Paraná, beacons (pequenos dispositivos de localização), transmitem pelo Bluetooth para os smartphones informações sobre o que há de interessante na rua e em outras partes da cidade, sem a necessidade de baixar qualquer aplicativo. Quem passa pelo local é convidado por três estabelecimentos a provar seus cardápios secretos, exclusivos para quem recebeu a mensagem. É a rua dialogando proativamente com as pessoas.

Já os QR Codes foram instalados em muros e fachadas da alameda.  Ao acioná-los, as pessoas têm acesso a uma galeria virtual com a exposição fotográfica produzida pelo fotógrafo panaense, Daniel Castellano, em homenagem à rua.   (assessoria de imprensa)

PUBLICIDADE
Anterior Serviços de telecomunicações têm novo desempenho negativo em setembro
Próximos MCTIC regulamenta aplicação de recursos de P&D por fundos