Crescimento de Xiaomi no 4º tri de 2020 ultrapassa expectativas de analistas


crescimento

A Xiaomi anunciou hoje, 24, um crescimento de 36,7% no lucro líquido do quarto semestre de 2020, que somou 3,2 bilhões yuan (R$ 2,74 bilhões). O valor superou as expectativas de de 2,9 bilhões yuan (R$ 2,48 bilhões) dos analistas, de acordo com a Reuters. A fabricante chinesa cresce enquanto sua conterrânea e rival, Huawei, sofre um declínio por conta das sanções impostas pelos Estados Unidos.

PUBLICIDADE

No ano, as vendas aumentaram 24,8%. Os smartphones, que correspondem ao maior volume de comercialização da fabricante, alcançaram um valor de 42,6 bilhões yuan (R$ 36,4 bilhões) ao ter um acréscimo de 38,4% nas vendas. O lucro anual foi de 245,9 bilhões yuan (R$ 210,14 bilhões), com 19,4% de acréscimo. Já o lucro ajustado anual cresceu 12,58%, chegando a 13 bilhões de yuan (R$ 11,11 bilhões).

Com a proibição dos Estados Unidos da utilização de tecnologias estadunidenses nos produtos da Huawei, a Xiaomi aproveitou para aumentar a produção de celulares no fim de 2020. Por outro lado, isso contribuiu para a baixa no estoque de chips no mercado global, pressionando fornecedores como Qualcomm.

Em uma chamada de ganhos, o presidente da Xiaomi, Wang Xiang, afirmou que os custos referentes a falta de chips e o aumento de preço dos componentes poderão ser repassados aos consumidores.

No exterior, as vendas da Xiaomi cresceram 27,6%, alcançando 33,8 bilhões yuan (R$ 28,88 bilhões), o equivalente a 47,9% da receita da empresa. Isso demonstra um retorno da chinesa ao mercado interno, uma vez que em no primeiro semestre de 2020, sua receita no exterior correspondia a mis da metade do total. Em comparação, as remessas da Xiaomi à China teve um crescimento de 52% no quarto trimestre de 2020 em relação ao mesmo período do ano anterior. (Com agências internacionais)

 

Anterior Claro, TIM e Vivo pedem autorização da Anatel para a compra da Oi Móvel
Próximos PL de contratação avulsa de serviços de telecomunicações avança na Câmara