Cresce o déficit da balança comercial do setor eletroeletrônico


shutterstock_ Spectral-Design _dinheiro_comercio_eletronico

O déficit da balança comercial dos produtos elétricos e eletrônicos somou US$ 15,28 bilhões no acumulado de janeiro a agosto deste ano, 19% acima do registrado no mesmo período de 2016 (US$ 12,83 bilhões). As informações são da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee).

O resultado foi consequência do crescimento de 14,8% das importações, que vinham caindo nos últimos dois anos. As exportações ficaram praticamente estáveis neste período.

PUBLICIDADE

No acumulado dos primeiros oito meses de 2017, as importações de produtos elétricos e eletrônicos somaram US$ 19 bilhões, 14,8% acima das ocorridas em igual período de 2016 (US$ 16,6 bilhões).

As exportações somaram US$ 3,77 bilhões, 0,2% acima das registradas no mesmo período de 2016 (US$ 3,76 bilhões).

Agosto

No mês de agosto de 2017, as exportações de produtos eletroeletrônicos somaram US$ 508,6 milhões, 5,2% acima das realizadas em agosto do ano passado (US$ 483,6 milhões). Este foi o segundo maior montante mensal exportado neste ano, ficando abaixo apenas do resultado registrado em março (US$ 683,5 milhões).

As importações de produtos do setor totalizaram US$ 2,78 bilhões no mês de agosto de 2017, 16,1% acima das ocorridas no mesmo mês do ano anterior (US$ 2,39 bilhões). Este foi o maior montante mensal importado desde abril de 2015, quando havia alcançado US$ 3,02 bilhões.

Com isso, o déficit atingiu US$ 2,2 bilhões, 18,8% maior do que no ano passado (US$ 1,9 bilhão). (Com assessoria de imprensa)

Anterior Entidades cobram aprovação de lei de proteção dos dados pessoais
Próximos Plano de IoT apontará 106 iniciativas para 4 áreas prioritárias