CPqD quebra recorde mundial de transmissão óptica sem repetição


Pesquisa do CPqD acaba de quebrar o recorde mundial de transmissão coerente a 400 Gbps sem repetição. Os testes do centro conseguiram realizar a façanha de transmitir os dados, por fibra, ao longo de 370 quilômetros de distância se precisar de um repetidor de sinal.

O resultado dessa transmissão será publicado no IEEE Photonics Technology Letters, em um artigo intitulado Unrepeatered Transmission of 10x400G over 370 km via Amplification Map Optimization (Transmissão sem repetição de 10x400G em 370 km via Otimização de Mapa de Amplificação).

“Esse trabalho explorou técnicas avançadas de otimização do link óptico e dos mapas de amplificação óptica (foram utilizados amplificadores de bombeio remoto, EDFA e híbrido)”, explica Jacklyn Dias Reis, responsável pela área de Tecnologias Ópticas do CPqD e um dos autores do artigo.

PUBLICIDADE

Além dos canais ópticos de 400 Gbps, foram utilizados algoritmos de processamento digital de sinais para compensação de não linearidades e técnicas de codificação de canal para correção de erro. “Com isso, conseguimos aumentar a distância da transmissão para 370 quilômetros, o que é um fator relevante em sistemas de missão crítica, em que a instalação de elementos ativos para amplificação óptica é muito difícil”, acrescenta.

Este não é o primeiro recorde mundial obtido pelo centro de pesquisa, localizado em Campinas. Em maio, o CPqD obteve a maior distância de transmissão a partir de conexão entre data centers – alcançando 140 km em canais de 100 Gbps. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Coalizão vai defender os direitos dos usuários na internet
Próximos Positivo lança nova linha de smartphones: Twist