CPqD ganha nova vice-presidência para acelerar pesquisas em áreas estratégicas


O CPqD criou uma vice-presidência de Pesquisa e Desenvolvimento (VPPD) com o objetivo de acelerar o ciclo da inovação, com a intensificação da pesquisa e do desenvolvimento de tecnologias em áreas consideradas estratégicas para a indústria no país. Alberto Paradisi, que, há dois anos, vinha exercendo o cargo de diretor de Gestão da Inovação da organização , foi escolhido para ocupar o cargo.

Segundo o CPqD, outro objetivo essencial da VPPD é liderar a gestão tecnológica na organização, seguindo o conceito das plataformas tecnológicas, atualmente em fase de implantação – em uma ação integrada com as demais vice-presidências. De acordo com essa visão, a nova estrutura deve contribuir de maneira determinante para a evolução de, pelo menos, três plataformas tecnológicas: comunicações ópticas, comunicações sem fio e redes de pacotes (o que inclui tecnologias como redes definidas por software, entre outras). “Vamos buscar recursos financeiros, principalmente dos fundos de P&D, para manter, ampliar e fazer avançar os projetos, visando evoluir as nossas plataformas e, assim, garantir o futuro da organização”, explica Paradisi.

PUBLICIDADE

Hoje, os principais projetos do CPqD nas áreas de sistemas de comunicações ópticas e de redes de comunicação sem fio, por exemplo, contam com recursos do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel), do Ministério das Comunicações. Além disso, vários projetos têm o apoio financeiro de outros fundos governamentais – como o BNDES Funtec – e de fundos setoriais administrados pela Finep (Financiadora de Estudos e Projetos).

Para ocupar o lugar de Paradisi na Diretoria de Gestão da Inovação, foi nomeado Carlos Eduardo Salla.(Com assessoria de imprensa)

PUBLICIDADE
Anterior Vivo quer ensinar matemática pelo celular
Próximos Infinet Wireless lança família de rádio de longo alcance no Brasil