COVID-19 derruba produção na área de informática e eletrônica em março


A produção de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos despencou 7,2% em março frente a fevereiro, refletindo os efeitos do isolamento social provocado pela pandemia de COVID-19. A pesquisa divulgada nesta terça-feira, 5, pelo IBGE mostra, entretanto, alta na produção quando comparada com igual mês do ano passado, de 1,2%.

No acumulado do ano, a produção de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos está negativa em 1,7%. Mas nos últimos 12 meses, a taxa é positiva em 2,5%.

PUBLICIDADE

Segundo o IBGE, em março, a produção industrial recuou 9,1% frente a fevereiro, queda mais acentuada desde maio de 2018 (-11,0%), quando houve a greve dos caminhoneiros. Em relação a março de 2019, a indústria recuou 3,8%, quinto resultado negativo seguido nessa comparação. A indústria acumulou redução de 1,7% no ano. No acumulado em 12 meses, a indústria recuou 1,0%

A redução de 9,1% na passagem de fevereiro para março de 2020 foi a mais acentuada desde maio de 2018 (-11,0%) e levou a produção industrial ao nível próximo ao de agosto de 2003, ficando 24% abaixo do ponto recorde de maio de 2011. A pandemia do coronavírus foi a grande vilã desses resultados negativos.

 

PUBLICIDADE
Anterior Cinco portais de informação. Uma única ação: #apoieojornalismoespecializado
Próximos Na Claro, o tráfego de dados cresceu em 15 dias o mesmo que em um ano