Costa quer canais de TV para celulares na faixa das TVAs


O Ministério das Comunicações estuda destinar as frequências usadas pelo Serviço Especial de TV por Assinatura (TVAs, que são canais únicos de UHF que transmitem 65% da programação codificada) para canais digitais para celulares. Segundo o ministro Hélio Costa, cada canal de TVA pode ser dividido em 13 canais de TV para celulares, usando os …

O Ministério das Comunicações estuda destinar as frequências usadas pelo Serviço Especial de TV por Assinatura (TVAs, que são canais únicos de UHF que
transmitem 65% da programação codificada) para canais digitais para celulares. Segundo o ministro Hélio Costa, cada canal de TVA pode ser dividido em 13 canais de TV para celulares, usando os mesmos 6 MHz.

Costa disse que os estudos fazem parte do levantamento da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) sobre o uso de frequências, em análise já por um longo período. Ele descartou, porém, retirar as 25 licenças já concedidas do serviço. "Estas já têm o direito adquirido", disse.

Interatividade

PUBLICIDADE

O Minicom também anunciou a realização de testes do canal de retorno para interatividade da TV digital nas cidades de Hortolândia, em São Paulo, e Belo Horizonte, em Minas Gerais. De acordo com o ministro Hélio Costa, as duas cidades foram escolhidas porque têm bons sistemas WiMAX, tecnologia escolhida para os testes.

Costa adiantou que o canal de retorno poderá ser testado também com outras tecnologias, como o MMDS e até internet discada. "A possibilidade de interatividade foi muito badalada durante as discussões da TV digital, mas essa
ferramenta ainda é incipiente em todo o mundo", disse. Ele salientou a necessidade de maiores testes antes de regulamentar a ferramenta.

Anterior Minicom prepara norma para multiprogramação em TV comercial
Próximos Argentina pode anunciar escolha pelo padrão de TV digital do Brasil este mês