Costa participa de inauguração da Oi Futuro e promete internet rural em 1 ano


O ministro das Comunicações, Hélio Costa, disse que a banda larga rural começa a ser implantada no país no prazo máximo de 12 meses, por meio da licitação da faixa de 450 MHz. Ele disse que portaria com aas diretrizes de ocupação da frequencia deve sair nos próximos dias. “Além da conexão com a internet, …

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, disse que a banda larga rural começa a ser implantada no país no prazo máximo de 12 meses, por meio da licitação da faixa de 450 MHz. Ele disse que portaria com aas diretrizes de ocupação da frequencia deve sair nos próximos dias. “Além da conexão com a internet, produtores e moradores da zona rural terão acesso também à telefonia móvel”, disse.

O ministro participou hoje, ao lado do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM) e de representantes do Conselho de Administração da Oi, Otávio Azevedo e Pedro Jereissati, da inauguração de duas escolas do programa de educação e inclusão digital da operadora, o Tonomundo do Oi Futuro, instituto de responsabilidade social da operadora. As duas escolas beneficiadas hoje estão localizadas em assentamentos rurais – a do PAD-DF e do Núcleo Rural Taquara.

Segundo o presidente do Conselho Administrativo da companhia, Otávio Azevedo,  o programa da Oi Futuro é muito gratificante. Ele lembrou que a operadora não tem obrigação de levar a banda larga a escolas rurais, já que participa do esforço de levar a conexão em banda larga para as mais de 55 mil escolas urbanas do país até 2010. “Estamos fazendo isso para contribuir com os projetos de inclusão digital dos governos, como parte da responsabilidade social da empresa”, disse.

PUBLICIDADE

Hoje à tarde também será inaugurado o programa Tonomundo em mais uma escola de Ceilândia, cidade satélite de Brasília. Nas três escolas, 4.451 alunos passaram a ter acesso a computadores, câmeras digitais, impressoras, webcams e à internet em alta velocidade. Para levar a banda larga às escolas rurais, a operadora precisou cabear a área com fibra ótica, informou o presidente da Oi Futuro, José Augusto da Gama Figueira.

O Oi Futuro já atende 136 escolas em todo o país, com a incorporação das 68 que eram assistidas pelo programa de inclusão digital da Brasil Telecom. “A ideia é que os laboratórios de informática instalados nessas escolas contribuam para melhorar o dia-a-dia das comunidades próximas”, diz Figueira.

Para o governador do DF, José Roberto Arruda, levar o acesso rápido à internet para escolas rurais é um passo muito importante no programa de inclusão digital. Ele lembrou que já disponibilizou, pela metade do preço, mais de 20 mil notebooks para os professores de Brasília.

Para levar a banda larga à área rural, o governo ainda depende de licitação da frequência. A ideia é incluir obrigações para as operadoras que participarem do leilão, de forma a atingir a meta de conectar mais de 80 mil escolas públicas localizadas nas zonas rurais.

Anterior D-Link lança campanha de vendas de switch
Próximos Sybase e Samsung SDS firmam parceria para aplicações móveis corporativas