Conselho reconduz Nelson Simões à direção da RNP


Nelson Simões, presidente Rede Nacional de Pesquisa (foto: divulgação)
Nelson Simões, diretor-geral Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (foto: divulgação)

O Conselho Administrativo da RNP, uma Organização Social mantida com recursos do governo, decidiu pela recondução de Nelson Simões para mais um mandato como diretor geral da entidade. Simões participou de um processo de seleção, junto com outros cinco interessados.

O resultado da seleção, ocorrida em duas fases, foi publicado no Diário Oficial na sexta-feira, 28, mas já era conhecido extra-oficialmente pela comunidade da RNP há uma semana. O mandato é de quatro anos.

Nelson Simões da Silva é engenheiro de Computação pela PUC do Rio de Janeiro, com ênfase em Teleinformática e Redes de Computadores. A RNP, que recebe recursos dos ministérios da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, da Educação e da Cultura, foi criada em 1989, no então MCT, para ser o provedor de internet da rede acadêmica brasileira.

PUBLICIDADE

Dez anos depois da criação do projeto RNP, os ministérios da Ciência e Tecnologia (hoje MCTIC) e da Educação assinaram um convênio, com o objetivo de levar a rede acadêmica a um novo patamar. Os dois ministérios investiriam, então, na implantação do backbone RNP2, a primeira infraestrutura de rede avançada, inaugurada em 2000, capaz de atender às novas necessidades de banda e de serviços para ensino e pesquisa. A Associação Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (AsRNP), criada nesse mesmo ano pelos colaboradores do projeto RNP, apresentou-se para desenvolver e executar o programa, sob orientação de um Comitê Gestor. Em 2002 ela foi qualificada pelo governo federal a se transformar em Organização Social.

Anterior Sai consulta para ampliar prazo de regras de acessibilidade
Próximos Emissoras recuperam audiência, afirma Simba Content