Connectoway aposta no WiFi 6 para manter crescimento acelerado


Carlos Cartaxo – Connectoway – Crédito: Divulgação

No mercado há mais de 20 anos, sendo nos últimos quatro com crescimento na faixa de 70%, a integradora de soluções Connectoway traduz o avanço dos provedores regionais no país. Juntos, os ISPs já são os maiores fornecedores de conexões, a maioria em fibra óptica. 

Segundo o CEO da empresa, Carlos Cartaxo, toda a evolução conquistada é resultante de escolhas que têm se mostrado acertadas. A aposta na profissionalização dos provedores, a busca por serviços adicionados e a escolha acertada de parceiros contribuíram para o crescimento contínuo da empresa. 

Além disso, a Connectoway, que tem sede em Recife, saiu para conquistar novos mercados e hoje já atende a provedores e teles em todo o país. Inaugurou sede em São Paulo, que hoje tem uma base de cliente importante e cobre o Sudeste e o Sul. 

Para o próximo semestre, a aposta da empresa é no WiFi 6, que, segundo Cartaxo, coloca as conexões via wireless em novo nível. “Um cliente nosso testou e obteve taxas de 1 Gbps” disse. “A percepção do usuário muda e a questão da qualidade é que vai dar o diferencial competitivo ao provedor de internet”, disse. 

Cartaxo aposta também na continuação do crescimento do mercado de banda larga fixa, a organização dos ISPs e investimentos na qualidade das redes. “A tecnologia vai sempre evoluir, agora temos o WiFi AX, trazendo mais qualidade da banda, a evolução dos roteadores ópticos e dos transponders”, disse. 

Sobre o 5G, Cartaxo disse que a novidade é a possibilidade de participação dos provedores regionais, conforme edital proposto da Anatel. Para ele, a nova tecnologia é complementar ao WiFi 6E, que estará no mercado no início do ano que vem. 

Para a Connectoway, a faixa de 26 GHz é viável para as empresas competitivas, com mais largura de banda e praticamente livre de obrigações. “Alguns provedores regionais de maior porte estão de olho nessa faixa e estaremos prontos para suprir as soluções necessárias”, disse Cartaxo. 

O executivo acredita que os ISPs vão participar do 5G diretamente ou indiretamente, com oferta da rede para escoamento do tráfego. E aquele que tiver a infraestrutura mais preparada vai sair na frente. 

A Connectoway também está reforçando seus estoques para atender as demandas dos clientes, em função da falta de insumos no mercado, especialmente de chips. De acordo com Cartaxo, a distribuidora tem comprido 100% dos pedidos dos provedores. 

A empresa é distribuidora oficial da chinesa Huawei, das norte-americanas Dahua e Fortinet, na área de segurança. Além disso, faz consultorias de serviços agregados aos parceiros, com objetivo de adicionar valor ao cliente final e até auxilia os provedores no acesso ao crédito.

Anterior Ericsson Cloud RAN incluirá suporte para banda C e Mimo Massivo
Próximos Anatel atualiza regras de importação de equipamentos