Conectividade entre os continentes com baixa latência



A multinacional Angola Cables provê serviços aos maiores pontos de troca de tráfego (IXPs), operadores Tier 1 e provedores de conteúdo globais, em uma rede IP com baixa latência, alta resiliência e segurança. Nesta entrevista, a primeira da série “CEOs em Foco” promovida pela Ciena, o CEO Angelo Gama relata o desafio de construir o primeiro cabo submarino no Atlântico Sul para interligar o continente africano ao continente sul-americano, melhorando as latências nas ligações entre África e Europa e Estados Unidos; e aborda os diferenciais da rede, preparada para atender os clientes nas novas demandas que virão com a 5G.

PUBLICIDADE
Anterior Lucro líquido da Desktop aumenta 72% no 1º tri
Próximos Triple Play compra mais 5 ISPs e chega a 520 mil assinantes