Compra da Time Warner pela AT&T pode ser decidida nesta terça, 12


A saga da fusão entre a maior operadora de telecom norte-americana AT&T, e dona da Sky no Brasil,  com os estúdios de TV e cinema Time Warner poderá ter o desfecho final  nesta terça-feira, 12, com a divulgação da decisão do Departamento de Justiça norte-americana, aposta a imprensa norte-americana.

A proposta de compra pela AT&T foi feita em outubro de 2016, por US$ 85, 4 bilhões, Preço da fusão AT&T/Time Warner: venda da CNN?e foi parar na justiça devido a grande complexidade dos mercados onde as duas empresas atuam e ao tamanho do negócio.  É uma integração vertical, mas com implicações horizontais significativas, pois AT&T poderia tornar difícil para outros distribuidores de mídia comprar o conteúdo da Time Warner.

PUBLICIDADE

A administração Trump  recorreru à proposta de compra e a avaliação de diferentes consultores é que a operação será aprovada, mesmo que a AT&T tenha que vender alguns ativos da Time Warner. Qualquer que seja a decisão, caberá recurso, e há diferentes avaliações de especialistas sobre se a operadora de celular vai dar continuidade ao processo, seja ele qual for.

Isso porque, entendem, desde que a proposta foi feita, o mercado de conteúdo audiovisual norte-americano mudou bastante. As operadoras de TV paga estão sofrendo concorrência muito maior com os provedores de serviços de OTT (Over The Top), como o Netflix, ou Amazon, que resolveram partir para a produção de seu próprio conteúdo de TV, tornando-se eles próprios importantes estúdios e a Walt Disney começa a se movimentar na direção do streaming.

Na semana passada, empresas de avaliação de risco reduziram a nota da AT&T, talvez já antecipando que qualquer decisão, mesmo favorável, não é mais tão interessante assim para a empresa.

Anterior Recuperação da Oi valerá para títulos emitidos na Europa
Próximos Samsung lança os smartphones Galaxy J6 e J4 no Brasil