Comissão Europeia quer Google pagando para exibir notícias em resultados


continente-europeu-europa-mapaA Comissão Europeia deve apresentar até o final de setembro uma proposta de regulação de direitos autorais que permitirá aos países do bloco onerar as empresas de internet. A ideia é autorizar os países a exigir que os agregadores digitais de notícias – sites que exibem trechos de conteúdos de terceiros em seus resultados – paguem para exibir título de trechos dos textos indexados. Entre as empresas que contam com tais sistemas estão Google, Microsoft, Yahoo.

Conforme o The Wall Street Journal, a ideia do texto é redirecionar parte dos ganhos das gigantes digitais com conteúdo aos autores do material que resulta na audiência dos serviços de agregação. As podem obrigar Google e similares a negociar contratos individualmente com produtores de conteúdo.

Espanha e Alemanha são países do bloco que já têm leis autorizando os produtores de conteúdo a cobrar dos agregadores direitos autorais pela exibição de trechos de reportagens nas buscas. Na Espanha, a lei fez o Google fechar seu agregador local de notícias. Na Alemanha, a empresa retirou dos resultados do agregador notícias originadas em empresas que não queriam participar do serviço. Algumas aceitaram ceder o conteúdo gratuitamente para recuperar a audiência perdida.

PUBLICIDADE

O próprio Wall Street Journal está em litígio com o Google. O jornal acusa a gigante digital de não exibir nenhum link das empresas do grupo que se recusaram a ceder conteúdo gratuitamente.

Anterior PointState Capital dá apoio total a Tanure nas disputas pelo conselho da Oi
Próximos Google Fiber não atinge meta e deve demitir metade dos funcionários