Com último tri fraco, mercado mundial de PCs encolhe dois dígitos em 2015


Vendas mundiais fecharam o ano abaixo de 300 milhões de unidades, retornando a patamares de 2008. Das principais fabricantes, apenas a Apple ampliou a venda de computadores ano passado. Acer apresentou maior piora nas vendas, com queda de 18,1% em relação a 2014.

Computador - photo by Sage Solar CC 2.0O cenário para os fabricantes de computadores se manteve obscuro no último trimestre do ano. Seguindo a tendência de queda nas vendas que permeou todos os trimestres de 2015, houve encolhimento de 10,6% das remessas globais entre outubro e dezembro. Os dados são preliminares e foram reunidos pela consultoria IDC.

As fabricantes enviaram às distribuidoras e revendas 71,9 milhões de PCs, ante 80,4 milhões nos mesmos meses de 2014. Das cinco principais fabricantes, apenas Asus e Apple conseguiram ampliar as vendas no período final do ano. Ambas empataram no quarto lugar em market share. A Asus cresceu 0,8%, e a Apple, 2,8%, desbancando a chinesa Acer no trimestre. Outros fabricantes, que juntos representam 28,7% do mercado, perderam 21,9% das vendas.

PUBLICIDADE

A Lenovo, maior fabricante do mundo, vendeu 4,5% menos no período. A HP, segunda maior empresa do setor, viu as remessas diminuírem 10,1%. A terceira principal companhia, a Dell, perdeu 5,7% das vendas. Em número de unidades, a Lenovo embarcou 15,4 milhões; HP, 14,3 milhões; Dell, 10,2 milhões; Asus e Apple, 5,7 milhões. Outras marcas, 20,7 milhões.

Em 2014, impactado pelo aumento das vendas de smartphones e cedendo espaço a tablets, o mercado mundial de PCs já havia diminuído 26%. Segundo a IDC, outros elementos atrapalharam a indústria, como o aumento da vida útil dos produtos e a decisão do consumidor de esperar o lançamento de novos sistemas operacionais para adquirir um equipamento – o Windows 10 foi lançado pela Microsoft em julho, após um ano de alarde. A variedade de produtos (2 em 1, conversíveis, ultrabooks, notebooks, destacáveis etc.), também gerou indecisão e fez o comprador pensar por mais tempo antes de escolher o que levar para casa.

Em 2015, as perdas vistas em 2014 continuaram. O resultado foi o primeiro ano, desde 2008, com vendas globais abaixo de 300 milhões de unidades. A consultoria espera que 2016 seja marcado por uma reversão dessa tendência. O último trimestre de 2016 deve ser bem mais positivo porque quem adiou as compras já estaria com problemas de performance dos equipamentos antigos, o que tornaria a troca inadiável.

Abaixo, veja as vendas mundiais por fabricante no último ano:

Remessas mundiais dos 5 principais fabricantes em 2015(Em milhares de unidades)
Fabricante Remessas
2015

Market Share
2015
Remessas
2014
Market Share
2014
Crescimento
2015/2014

1. Lenovo 57,182 20.7% 59,306 19.2% -3.6%
2. HP 53,534 19.4% 56,869 18.4% -5.9%
3. Dell 39,049 14.1% 41,509 13.5% -5.9%
4. Apple 20,794 7.5% 19,575 6.3% 6.2%
5. Acer Group 19,680 7.1% 24,043 7.8% -18.1%
Others 85,977 31.1% 107,063 34.7% -19.7%
Total 276,216 100.0% 308,365 100.0% -10.4%
Fonte: IDC Worldwide Quarterly PC Tracker, January 12, 2016

 

Anterior Level 3 abre data center em Cali, Colômbia
Próximos Dilma indica para o conselho consultivo da Anatel, que vai opinar sobre mudança da concessão