Com subnotificação de ISPs, banda larga registra nova queda de assinantes em março


Crédito: Freepik

A subnotificação dos acessos de banda larga fixa por parte dos provedores de internet (ISPs) teve grande reflexo nos números do segmento no trimestre. Os dados são informados obrigatoriamente pelas grandes operadoras à Anatel, e facultativamente pelos pequenos. Como os provedores em conjunto somam cerca de 19 milhões de acessos, omissões acabam fazendo a diferença quando somadas no conjunto.

Esse parece ser o caso do primeiro trimestre de 2022 e de março. Neste ano, a quantidade de assinantes de banda larga fixa no país caiu 1,59% desde janeiro. Apenas em março a queda foi de 0,78%. Com isso, o país encerrou o primeiro trimestre, de acordo com os números disponíveis na Anatel, com 40,81 milhões de assinantes de banda larga fixa, o que representa 320,48 mil a menos do que em janeiro.

PUBLICIDADE

Entre os provedores, a queda foi de 1,77%. O grupo formado pelos ISPs terminou março com 18,73 milhões de clientes notificados, 1,77% a menos que em fevereiro, 3,44% de encolhimento no trimestre. A maioria dos “desligamentos” veio da ausência de números recorrentes da Teclenet Telecomunicações, que avisou à Anatel possuir 193,73 mil usuários em fevereiro, depois de não informar o dado em janeiro e nem em março.

Os milhares de provedores de pequeno porte com menos de 20 mil clientes Brasil afora também enviaram menos informações. Com isso, sua base apresenta retração de 216,2 mil acessos, que pode não ser totalmente fidedigna à realidade devido à subnotificação.

Dentre os ISPs de mais peso não houve subnotificação. A Brisanet aparecia à frente com 909,47 mil clientes, seguida pela Algar, com 760,9 mil, Desktop com 667,23 mil, a Vero com 647,5 mil acessos, e Unifique com 511,58 mil. Todas apresentaram expansão da base de clientes no mês de março e no ano.

Grandes

Dentre as grandes, a Claro foi a que mais ganhou clientes no mês e no trimestre. Também cresceram Vivo e TIM. Oi e Sky encolheram, como se vê na tabela abaixo. A Oi em razão do desligamento de clientes em tecnologia legada de aDSL, que superou por pouco as adições em fibra.

Claro continua líder em banda larga fixa, seguida por Vivo, Oi e TIM.

Em conjunto, as grandes apresentaram estabilidade na quantidade de assinantes no trimestre e em março, com ligeiro aumento da base, que somou 22 milhões de acessos.

01/2022 02/2022 03/2022 Adições Mar Mar/Fev 1º Tri
CLARO 9.723.189 9.738.594 9.754.593 15.999 0,16% 0,32%
VIVO 6.322.715 6.325.864 6.331.393 5.529 0,09% 0,14%
OI 5.180.374 5.153.238 5.145.311 -7.927 -0,15% -0,68%
TIM 691.492 691.596 696.075 4.479 0,65% 0,66%
Sky 153.464 153.105 151.621 -1.484 -0,97% -1,20%
Total Geral 22.071.234 22.062.397 22.078.993 16.596 0,08% 0,04%

 

PUBLICIDADE
Anterior Embratel lança solução de segurança para ambientes físicos e virtuais
Próximos Telefonia móvel adiciona 1,82 milhão de acessos em março