Com dívida de US$ 159 bilhões, AT&T vende fatia da Directv nos Estados Unidos


Fundo TPG Capital vai pagar US$ 1,8 bilhão por 30% da unidade de TV paga da operadora norte-americana. Será formada uma joint venture, no entanto, em que o controle será compartilhado. Esta JV deverá devolver à AT&T US$ 5,8 bilhões.

A AT&T anunciou hoje, 25, que vendeu metade da sua divisão de TV paga nos Estados Unidos para o fundo TPG Capital. O negócio transforma as unidades de negócio Directv, AT&T TV e U-Verse em uma joint venture, de controle compartilhado.

O conselho terá dois representantes da operadora, dois do fundo e um assento que será do CEO. Este será Bill Morro, atual CEO da divisão de TV paga nos EUA da companhia.

PUBLICIDADE

Apesar da partilha no controle, a AT&T terá 70% do capital social da nova empresa, enquanto o TPG terá os 30% restantes. A transação confere à joint venture um valor de mercado de US$ 16,25 bilhões.

O TPG pagará US$ 1,8 bilhão por sua fatia, mas não à AT&T. O fundo fará o aporte na Nova Directv, que já assegurou empréstimos de US$ 6,2 bilhões. Consumado o negócio, o que deve acontecer na segunda metade do ano, a AT&T receberá da joint venture US$ 7,8 bilhões. O dinheiro será destinado ao abatimento da dívida da companhia, que soma incríveis US$ 159 bilhões (o equivalente a R$ 879 bilhões).

A joint venture nascerá tendo já a AT&T como cliente, que seguirá utilizando os serviços de TV paga para oferta de combos. Ao mesmo tempo, assinantes da Nova Directv poderão acessar os serviços do app HBO Max, que pertence à WarnerMedia, o braço de vídeo do grupo – e que não entrou na venda.

A unidade de TV paga norte-americana da AT&T tinha 17,2 milhões de assinantes ao final de 2020. A transação ainda precisa do crivo das autoridades reguladoras.

Anterior Lei do Governo Digital é aprovada no Senado e vai à sanção
Próximos Anatel aprova edital e antecipa 5G pura para julho de 2022