Com desoneração da folha mantida, call centers preveem aumento nas contratações


Com a derrubada do veto a desoneração da folha de pagamento no Congresso Nacional, as empresas da Associação Brasileira de Telesserviços (ABT) preveem um aumento de 10% dos postos de trabalho no setor em 2021. Sendo a maior parte dos investimentos no sistema de trabalho de home office. A ABT reúne diversas empresas do setor, com 400 mil funcionários.

O setor de Call Center emprega 1,5 milhões de pessoas e a folha de pagamentos representa 70% dos custos dessas empresas. John Anthony von Christian, presidente da ABT, defende que a continuidade da desoneração impede a demissão de 350 mil trabalhadores.

PUBLICIDADE

“Com a indefinição sobre a questão as empresas seguraram os investimentos, ainda sim gerando 20 mil vagas nos últimos meses. Agora podemos planejar e aumentar as contratações em home office, respeitando os acordos com Ministério Público do Trabalho (MPT) de distanciamento social e proteção dos colaboradores”.

O Congresso derrubou hoje o veto de Jair Bolsonaro à desoneração da folha de TIC e call centers, previsto na Medida Provisória 936/2020. Ao todo foram poupados 17 setores, que juntos geram 6 milhões de postos de trabalho. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Banda larga fixa recua 0,2% em setembro
Próximos STF já tem maioria contra ICMS sobre softwares, mas decisão é adiada