PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Mercado

ClickIP vai inaugurar maior datacenter comercial da região Norte

Na construção do espaço que será ocupado pelo empreendimento o grupo investiu cerca de R$ 16 milhões mas ainda faltam ser contabilizados os gastos com as áreas de informática e equipamentos
ClickIp vai inaugurar maior datacenter da região Norte
ClickIp vai inaugurar maior datacenter da região Norte

O grupo ClickIP está em ritmo acelerado com os preparativos para inaugurar no último trimestre do ano o ClickIP Datacenter já cotado para ser o maior centro de dados comercial da região Norte. Somente na construção do espaço que será ocupado pelo empreendimento foram investidos cerca de R$ 16 milhões mas ainda faltam ser contabilizados os gastos com toda a área de informática e equipamentos, uma fase em andamento. E como diferencial tem o fato de ser o primeiro de Manaus construído seguindo as normas internacionais TIA 942, equivalente ao Tier3.

O datacenter tem uma área construída de 685 metros quadrados em um terreno de 1.200 metros quadrados. Ele tem capacidade 380 KVAs e 180 quilowats para a área de TI onde inicialmente vão operar  34 racks. Os equipamentos de climatização estão sendo adquiridos da Vertiv, a área de conectividade é negociada com a Panduit,  duas empresas americanas, a  de componentes e quadros elétricos da Schneider e ABB e toda os racks e gabinetes ficarão por conta da Ritall.

Ecossistema

O investimento no datacenter é feito pela ClickIP Participações. Para esse projeto, foi criada a ClickIP Datacenter que já tem um projeto de expansão nos próximos anos. O grupo ClickIP é composto pelas empresas Intlink, Fiber, Wire e Icom e ocupa o terceiro lugar no ranking da Anatel em número de assinantes de internet fixa no estado do Amazonas, superando inclusive grandes operadoras como TIM e Vivo.

Os cofundadores e CEOs do grupo, Maycon Souza e Neilson Reis contam que o projeto do datacenter vem sendo maturado há dois anos. “O conceito teve início com a nossa própria necessidade e com o passar do tempo foi aprimorado”, observa Reis.

E pela posição que ocupam com cerca de 70 mil acessos do varejos, clusters da Meta, do Google e do Netflix já justificava a iniciativa. Mas os executivos sentiram que Manaus, em primeiro lugar, e a região Norte estão carentes de empreendimentos desse tipo e têm muito potencial. Afinal, na Zona Franca de Manaus estão grandes empresas que operam seus próprios CPDs (centro de processamento de dados) e precisam de mais confiabilidade e atendimento nessa área.

Segundo Souza, o datacenter terá oferta de um serviço de nuvem próprio que tem como objetivo eliminar a latência de 60 milisegundos com a qual as empresas são obrigadas a conviver hoje ao utilizarem datacenters da região Sudeste ou Sul.  Os clientes também terão acesso a serviços de data recovery, backup de suas operações além da própria Colocation, com os clientes alugando espaço para abrigar seus próprios servidores ou equipamentos de rede.

Além dos serviços oferecidos, a proposta do ClickIP Datacenter é se tornar um PIX do IX,br do Amazonas. Há conversas em andamento com o NIC.br e quando confirmadas a empresa terá a adesão de outros 18 sistemas autônomos.

Mas por trás da inauguração do datacenter em Manaus há ainda uma outra estratégia para o futuro: inaugurar pelo menos mais três novos datacenters, na região Norte e mesmo fora dela, para compor um ecossistema que ofereça ainda mais garantias, exclusividade e atendimento ao mercado corporativo.

Esse ecossistema se completa com o avanço do grupo na área de fibra ópticas também. Estão nos projetos do grupo, por exemplo, uma  rede de fibra óptica que deverá ligar a cidade de Araraquara, em São Paulo, até Porto Velho e outra infraestrutura de Manaus a Macapá chegando ainda a Belém. Todos esses projetos estão contemplados na proposta de investimentos de R$ 76 milhões para este ano.

A ClickIP teve seu nome aprovado pelo CADE para a formação de dois consórcios entre operadoras de telecomunicação para explorarem as Infovias 00 e 01, que integram o programa Norte Conectado. A empresa está nos dois grupos.

 

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Capacity LATAM 2024 vai debater conectividade e inovação na América Latina
Evento acontece nos dias 12 e 13 de março, com presenças de BNDES, META, AWS, Algar, Telxius , Mega Telecom, Elea Digital, Ufinet e mais.

 

Demanda por DWDM cresce e Multi PRO | ZTE amplia portfólio.
Além do DCI ZXONE – 7000 C2D produto lançado recentemente, a marca trará atualizações para equipamentos que já estão no mercado