Claro vê oportunidade em união das teles no mercado de publicidade no celular


Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

As operadoras de telefonia móvel podem se beneficiar e competir melhor com big techs caso criem uma plataforma conjunta de publicidade móvel, defendeu hoje, 10, Gabriel Portugal, Head of Claro Ads, Claro.

A participar do evento MobiXD, realizado pelo site Mobile Time, Portugal falou sobre a possibilidade. A proposta de união entre TIM, Claro e Vivo no mercado de publicidade móvel partiu da TIM há mais de um ano, e vem sendo discutida entre os executivos desde então.

PUBLICIDADE

A ideia é criar uma plataforma unificada para disparo de campanhas em massa à base de clientes que aceitarem receber a publicidade em seus aparelhos. Portugal não falou se as conversas sobre o assunto estão evoluídas, mas defendeu que a unificação de esforços seria benéfica às teles, por permitir competir com Google e Facebook, que dominam o segmento de publicidade digital e tem poder de mercado muito mais elevado na área.

“É uma união que tem tudo para acontecer e construirmos uma plataforma unificada. Nossos concorrentes são essas big techs tipo Google, que tem muita experiência e qualidade no que fazem. Para um operadora trabalhar este segmento sozinho é muito complicado, por isso acredito que é algo que deve acontecer”, afirmou.

Portugal evitou citar dados específicos da operação da Claro em publicidade móvel. Afirmou, porém, que a empreitada da companhia do segmento cresceu quatro vezes desde 2020 para cá.

PUBLICIDADE
Anterior Conselho de Proteção de Dados só terá três reuniões ao ano
Próximos Câmara aprova PL do silêncio positivo