Claro acelera implantação de fibra ante aumento da competição em banda larga fixa


O CEO da América Móvil, Daniel Hajj, afirmou em conferência com analistas nesta quarta-feira, 20, que a Claro Brasil vai terminar o ano com 5 milhões de domicílios cobertos com fibra óptica (FTTH), quase dobrando, portanto, o número encerrado ano passado.

PUBLICIDADE

A empresa é a maior operadora de banda larga via cabo coaxial híbrido (HFC) do país, mas está investindo em fibra em novas cidades. A maior parte das adições de clientes tem se dado na nova tecnologia.

Segundo o executivo, o HFC segue viável. Ele ressaltou o lançamento da oferta de 1 Gbps da empresa hoje, tanto em fibra quanto em HFC. “Nossa rede de cabo é tão competitiva quanto a de fibra em termos de velocidade”, destacou. Ele frisou que a receita com banda larga fixa da Claro continua a crescer 5% ao ano.

Oscar Von Hauske, Chief Operating Officer, afirmou que a operadora está garantindo a sobrevida do HFC encurtando as distâncias cobertas com cabo coaxial, aproximando cada vez mais a fibra do acesso do cliente. Ele disse que a estratégia está sendo positiva para a empresa, uma vez que o mercado de banda larga fixa brasileiro está sendo desafiado pelos provedores regionais.

“Os ISPs começaram a atender fora dos nossos mercado, mas agora já começas a atender cidades onde temos rede. Então, a competição está muito feroz em termos de velocidade de preços”, disse Hauske. “Então, o que temos feito, é deixar a rede pronta para entregar mais velocidade e WiFi Mesh”, concluiu.

PUBLICIDADE
Anterior TIM também lança banda larga fixa de 1 Gbps
Próximos Pirataria de TV paga quadruplicou em 2 anos no Brasil, diz AMX