Cisco termina ano fiscal com crescimento, mas anuncia cortes


shutterstock_economia_lucro_resultado_bolsaA companhia norte-americana Cisco, fabricante de equipamentos para infraestrutura de redes de telecomunicações, encerrou seu ano fiscal de 2016 em julho. Os resultados financeiros do período foram divulgado hoje, 17, e mostram crescimento de 3% na receita anual, que somou US$ 48,7 bilhões. O lucro líquido cresceu 7%, para US$ 12 bilhões.

Mesmo diante do resultado positivo, a companhia iniciou um plano de restruturação. A intenção é prioriza o desenvolvimento das áreas de segurança, internet das coisas, colaboração, data centers e nuvem. A reestruturação vai levar ao corte de 5,5 mil empregos, equivalente a 7% da força de trabalho mundial do grupo. Terá início já neste trimestre.

No último trimestre do ano fiscal de 2016, a companhia obteve receita de US$ 12,6 bilhões, 2% maior que um ano antes. As despesas caíram 4% no período, para US$ 4,7 bilhõe. O lucro líquido foi de US$ 3,2 bilhões, 7% maior.

PUBLICIDADE

Para o primeiro trimestre do ano fiscal de 2017, iniciado em agosto, a Cisco prevê que a receita possa encolher 1% ou crescer 1%. Não deu previsões para lucro, no entanto.

Anterior Telefonia móvel continua recuando
Próximos Telefonia celular: TIM lidera perdas em junho e cai para terceiro lugar.