Cisco prevê queda em receita no próximo trimestre


A Cisco, fornecedora de equipamentos de rede, divulgou ontem, 16, os resultados financeiros de seu primeiro trimestre do ano fiscal de 2017, encerrado em outubro. No período, a companhia obteve receita de US$ 12,4 bilhões, aumento de 1% em relação ao mesmo período do ano passado. O lucro caiu 4%, para US$ 2,3 bilhões por conta de aumento de custos de reestruturação. Para o próximo trimestre, que acabará em janeiro, a projeção é de queda nas receitas.

A empresa espera uma retração entre 2% e 4% nas vendas. O motivo é a baixa demanda por parte das prestadoras de serviço, como operadoras e provedores de internet. Essas empresas compraram 12% menos até agora, segundo Chuck Robbins, CEO da Cisco, por estarem planejando fusões. Ele não detalhou, no entanto, quais seriam essas empresas, nem de quais países, durante a conferência sobre o balanço financeiro, feita com analistas.

Fora dos Estados Unidos, onde a Cisco está sediada, os clientes da fornecedoras diminuíram a demanda em função do impacto cambial, conforme o executivo. Até outubro, houve redução das vendas nas divisões de switches, colaboração, data center, redes sem fio e vídeo. Cresceram os negócios em roteamento e segurança.

PUBLICIDADE

 

Anterior Teles, ministro e Anatel pedem a Renan pressa para o PL 3453
Próximos "TCU é bem-vindo em ajudar a resolver a Oi", diz presidente da Anatel