PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Tecnologia

Cisco lança IA para segurança em nuvem e defende uso responsável da tecnologia

‘Os desafios ​​são grandes. Mas os benefícios continuam enormes’, afirma a diretora de Estratégia da empresa.
Cisco lança IA para segurança em nuvem e defende uso responsável da tecnologia
Diretora de Estratégia da Cisco, Liz Centoni, cita Inteligência Artificial entre tendências da empresa | Foto: Cisco Live 2023 US

A Cisco anunciou nesta terça-feira, 6, em Las Vegas (EUA) uma nova solução de IA generativa voltada para o Security Cloud, o serviço de nuvem da empresa. O objetivo é acelerar o processo de detecção e eliminação de riscos.

Aplicações de assistência fazem alertas sobre incidentes aos analistas de segurança e a ferramenta usa como base as regras de firewall já existentes para gerar políticas mais eficientes. 

O uso de IA faz parte da visão estratégica da Cisco, de acordo com a diretora da área, Liz Centoni. Para ela, “tecnologias transformadoras, como IA generativa, precisam ser usadas com responsabilidade” (saiba mais abaixo).

A nova solução mira atividades híbridas. A empresa pretende lançar em setembro deste ano um novo firewall — Cisco Secure Firewall 4200 Series — com bloqueio de ameaças criptografadas baseadas em IA. 

Ainda nesta terça-feira, a empresa anunciou também a plataforma de gerenciamento integrado de diferentes serviços de nuvem (AWS, GCP, Azure e OCI), o Cisco Multicloud Defense, fruto da recente aquisição da Valtix, empresa privada de segurança de rede em nuvem, fundada em 2018 no Vale do Silício. 

Uso responsável

Durante abertura do Cisco Live 2023, nesta segunda-feira, 6, Liz Centoni compartilhou artigo que reforça o alerta que lideranças da tecnologia já ressaltam sobre a complexidade do uso da IA generativa.

“À medida que a IA generativa se torna mais difundida em nossas vidas, problemas adicionais surgirão. A IA generativa desenfreada pode potencialmente infringir a privacidade, criar conteúdo impróprio ou tendencioso, semear desinformação ou expor os usuários a possíveis responsabilidades”, afirmou Centoni.

Entre os riscos envolvidos  quando a IA não é programada ou implementada de forma responsável, Centoni cita impactos na privacidade, segurança, confidencialidade, direitos de propriedade intelectual, além de fatores de preconceito racial e de gênero. Apesar disso, ressalta a importância do aprimoramento. 

“Os desafios ​​são grandes. Mas os benefícios continuam enormes”, defendeu.

A repórter acompanha o Cisco Live a convite da empresa.

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Chatbot com IA da Mundiale automatiza vendas dos ISPs em até 84%
ISPs ainda podem contar com envio automatizado de boleto com régua de cobrança para reduzir a inadimplência e com gerenciamento fim-a-fim.