Ciena: alternativas para expansão das redes de fibra


redes
Rafaela Werlang | Lider de Engenharia de Vendas da Ciena – INOVAtic 2021

Diante da demanda cada vez maior por tráfego e dados, que promete crescer ainda mais com a 5G, os provedores buscam soluções que possam expandir suas redes sem precisar adicionar mais fibra ou perder alcance. Rafaela Werlang, líder de Engenharia de Vendas da Ciena apresentou duas soluções nesse sentido no InovaTIC hoje, 9. Um deles é a utilização de fibra escura e o outro, de DWDM.

O primeiro consiste em implantar um transponder que agrega várias interfaces. Segundo Werlang, no início isso expandirá a capacidade da rede em até 10 vezes do que com um módulo SFP. Mas a solução pode chegar até 400 giga por meio do acréscimo de licenças de software. Funciona em distância de até 100 km entre sítios.

“Você vai conectar sua fibra de um site para o outro, fazer a configuração interna dentro do equipamento, indicando se você está utilizando uma capacidade 100, 200, 300 ou 400 Giga”, comentou Werlang.

Já o DWDM, que trata da multiplexação de vários canais dentro de uma única fibra, envolve a instalação de amplificadores e filtros. No mercado, os provedores podem escolher entre DWMDs mais simples e de menor custo ou com maior automação e controle por preços mais altos. Redes como OADM, TOADM e FOADM possuem menor grau de automação, enquanto ROADM, Flex Grid, Colorless e L0 Control Plane possuem maior grau. Além disso, é preciso escolher qual tipo de canal usar na rede DWDM, como de 10G, 100G, 400G ou até de 800G.

 

 

 

Anterior Opção pelo 5G Standalone manterá demanda por fibra óptica em alta, prevê a Prysmian
Próximos Pernambuco e Ceará ampliam programas de inovação