Chile e Argentina construirão cabo de fibra óptica Transpacífico


Em sua primeira visita ao Chile, que começou ontem, 26, Alberto Fernandéz, presidente da Argentina, assinou junto a Sebastian Piñera, presidente do Chile, um acordo para a construção de um cabo submarino Transpacífico. O “Puerta Digital Asia Sudamérica” unirá Chile, Argentina e América do Sul com Austrália, Nova Zelândia e outros países da Ásia e do Pacífico.

O cabo sairá de Valparaíso, uma cidade da costa chilena. Segundo nota do governo argentino, o transporte é estratégico por dar acesso aos países sul-americanos, tendo o Brasil como principal mercado, e à países da Ásia-Pacífico sem precisar passar pelos Estados Unidos ou pela Europa.

PUBLICIDADE

O presidente chileno afirmou que o cabo transpacífico tem por objetivo aumentar a capacidade de ambos países de se aderir à sociedade digital global.  A empresa estatal argentina de telecomunicações Arsat ficará encarregada de conduzir o projeto.

A Argentina também se comprometeu a participar do projeto com aporte de capital, cujo valor ainda será decidido pelos países. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Reconhecimento facial não deve ser usado para julgar funcionários, diz Conselho Europeu
Próximos Governo Biden sinaliza para continuidade do programa Rede Limpa