Ceitec cada vez mais próximo da privatização


O governo aguarda apenas os estudos da valoração do Centro Nacional de Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec) para definir sua privatização. Nesta terça-feira, 31, a empresa de chip foi incluída no Programa Nacional d e Desestatização. Ao final do levantamento, a estatal terá administração transferida para o Ministério da Economia, para licitação.

O ministro Marcos Pontes, da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, disse que  não é uma empresa simples e por isso vai depender de estudos bem feitos, que levem em consideração os  funcionários. Segundo ele, a estatal tem um passivo e ativo grandes.

Localizada em Porto Alegre (RS), a empresa foi criada para desempenhar o papel estratégico no desenvolvimento da indústria de microeletrônica do Brasil.​ Porém, em quase 20 anos nunca obteve resultados positivos.

PUBLICIDADE

Na avaliação do governo, o negócio de semicondutores tem um custo fixo alto: o Ceitec tem quase 200 empregados, dos quais quatro são pós-doutores, 10 doutores e 46 tem mestrado, ou seja, pessoal altamente qualificado. O salário médio é R$ 8,6 mil.

Anterior Clientes do Netflix na mira de golpistas digitais
Próximos MP corta contribuição ao sistema S até 30 de junho