Notícias da categroia

Leilão

Os processos de venda de faixas de frequências para prestação de serviços de telecomunicações no Brasil

Algar Telecom fica com incríveis 1.000 MHz na faixa de 26 GHz

Leia Mais

Empresa desenvolveu o produto em parceria com a ISH - crédito: divulgação

A Algar Telecom disputou mais de 10 rounds com a TIM pelo espectro destinado a sua área original, que congrega o Triângulo Mineiro e alguns municípios de São Paulo, Goiás e Mato Grosso.

TIM e Vivo arrematam os lotes de 40 MHz da faixa de 2,3 GHz, depois que Claro e Brisanet compraram todos os lotes de 50 MHz da mesma frequência.

Sai acórdão do Cade sobre venda da Oi Móvel Crédito: Freepik

As três operadoras saem do leilão com 100 MHz na faixa de 3,5 GHz, a frequência nobre do leilão do 5G, possuindo mais espectro que a maioria das operadoras do globo. Com isso, poderão ofertar tudo o que o 5G promete – realidade virtual, holografia, carros autônomos, e muita, muita velocidade no celular.

Operadora foi a única a apresentar proposta e pagou pouco acima do preço mínimo

A Cloud2you, de fabricante de fibra õptica levou o lote dos três estados, por R$ 405 milhões. Algar pagou ágio de 358% pelo 5G de sua região.

O fundo Berdaux, do empresário Nelson Tanure, arrematou as licenças de 5G do sul do país, juntamente com a Unifque. Comprou também 5G de São Paulo e região Norte, sozinho. A disputa pelo Sul foi a mais concorrida, com 14 rounds, e ágio de 1.454%

Com meta de cobrir todos os estados do Nordeste até 2023, Brisanet amplia vagas

Operadora cearense pagou R$ 1,2 bilhão pelo lote do Nordeste e R$ 105 milhões pelo lote do Centro-Oeste

Início Leilão 5G - Crédito: Tele.Síntese

As três grandes operadoras levam as frequências nacionais de 5G com ágio que variou entre 5% a 30%, mas não houve oferta pela quarta licença nacional à venda, que será fatiada ainda neste leilão e vendida para as três grandes novamente.

Início Leilão 5G - Crédito: tvBrasil

A expectativa é que o certame arrecade cerca de R$ 50 bilhões. No total, 15 empresas e consórcios do setor de telecomunicações participam do leilão