Notícias da categroia

Concessionárias

Telefónica, Oi e Algar Telecom. O universo das carries

Receita

Presidente da companhia, Rodrigou Abreu, prevê que em três anos a telefonia fixa vai “quase desaparecer” e que a Nova Oi trabalha forte na redução de custos para voltar a faturar R$ 15,5 bilhões.

Adriana da Costa Cunha, Diretora de Assuntos Regulatórios da Oi - Foto: Divulgação

Caso contrário, avalia representante da empresa, seria trocar uma concessão insustentável por uma autorização insustentável

Nos primeiros seis meses deste ano foram furtados 2,3 milhões de metros de cabos de telecomunicações

CEO da operadora, Rodrigo Abreu, disse que assinatura do termo de arbitragem com a Anatel acontece entre hoje e amanhã, 13. E que decisão a respeito da migração da concessão para regime privado será tomada até final de 2022.

Câmara arbitral decidirá quem tem razão nas controvérsias sobre saldo do PGMU e equilíbrio econômico-financeiro da concessão.

GT vai se manifestar tecnicamente quando solicitado pela Procuradoria Federal Especializada junto à Anatel ao longo dos processos de arbitragem com Claro, Oi e Telefônica Brasil

Para Rodrigo Abreu, os processos de arbitragem e de migração da concessão deverão ser concluídos no final de 2022, início de 2023.E o encontro de contas fará com que os valores encontrados no desequilíbrio econômico da empresa compensarão os custos com os bens reversíveis da concessão.

Conselheiros Emmanoel Campelo, Carlos Baigorri e Vicente Aquino votam a favor de arbitragem para resolver controvérsia quanto ao equilíbrio econômico-financeiro da concessão de exploração do serviço de telefonia fixa na modalidade longa distância.

Operadoras pediram à agência para implantar backhaul óptico em localidades sem fibra apenas depois que houver atualização da lista do PGMU V. Anatel diz, porém, que empresas não precisam esperar para atender locais onde a falta de rede é “incontroversa”.

TCU

A Corte de Contas recomendou que a agência apure se houve fatos que poderiam trazer prejuízos para as operadoras, visto que a Anatel só demonstrou o desequilíbrio em benefício do Poder Concedente.