Calculadora online estima perdas por abandono de aplicativos


Calculadora online estima perdas por abandono de aplicativos
Foto: Freepik

A empresa Kobiton criou uma calculadora online para que operadoras e OTTs possam estimar as perdas provocadas pelo abandono de um aplicativo mobile pelos usuários. A ferramenta também descobre outros custos envolvidos no processo de liberação de aplicativos.

Em média, um em cada quatro aplicativos é abandonado logo após o primeiro uso. Na maioria das vezes, isso ocorre devido à péssima experiência. Para descobrir o impacto financeiro da desistência, a calculadora leva em conta o custo estimado de aquisição do cliente (CAC); o número de novos usuários adquiridos por mês; a receita média por usuário por mês; a taxa anual de rotatividade; e a taxa de redução na rotatividade alcançada com testes em aplicativos reais da plataforma Kobiton.

PUBLICIDADE

De acordo com o representante de desenvolvimento de negócios da empresa para América Latina, Juan Carlos Cerrutti, a calculadora é útil para empresas que tenham aplicativos como seu negócio principal. “O abandono do aplicativo afeta diretamente o sucesso de um novo serviço móvel. Quanto menor a nota [dada pelos usuários], maior serão os custos de aquisição de novos usuários”, analisa o executivo.

Uma plataforma que investe US$ 10 mil na conquista de um usuário, conta com dez mil usuários por mês, mais uma taxa de rotatividade de 40% e renda mensal de US$ 15 por usuário terá um custo de US$ 480 mil com rotatividade. O que representa um impacto negativo de US$ 720 mil na receita.

No Brasil, a Kobiton atua com uma rede de parceiros composta por seis empresas brasileiras especializadas em consultoria e testes de software. São elas: Better Now, Grupo HDI, Keeggo, Link Consulting, RPerformance e SVLabs. Empresas como IBM, Coca-Cola e Uber utilizam tecnologia Kobiton para seus testes mobile.

No ano passado, a Kobiton lançou uma pesquisa que apontava que 75% dos testes de aplicações móveis ainda não são automatizados. (Com assessoria de imprensa)

PUBLICIDADE
Anterior Idec quer ação da ANPD contra uso de dados dos cidadãos pelos bancos
Próximos Gabinete do ódio mira software espião DarkMatter para eleições