Emergência no Amapá: operadoras liberam o roaming


O estado de emergência no Amapá, resultante da falta de energia elétrica após pane na única subestação local, levou as operadoras a compartilharem recursos entre si para que os clientes tenham alguma rede na qual se conectar. Neste fim de semana, Claro, Oi, TIM e Vivo abriram suas redes umas às outras, liberando o roaming.

Significa que assinante da Vivo que estiver em uma área onde há apenas uma antena da Claro operacional, por exemplo, poderá navegar ou realizar ligações. O acordo entre as empresas deve durar até que a normalidade seja restabelecida. Algumas operadoras, entre elas a Surf Telecom, tomaram também a decisão de não desconectar qualquer celular do estado, enquanto perdurar o problema.

PUBLICIDADE

Ontem, a Anatel e o Ministério das Comunicações tomaram medidas a fim de mitigar os problemas decorrentes da falta de energia. O ministro Fabio Faria anunciou que estava sendo enviado ao estado combustível para abastecer os geradores das teles.

A Anatel conseguiu reservar combustível para os geradores que mantém antenas funcionando das estações principais e localizadas próximas a hospitais, delegacias e penitenciárias. O emissário também negocia priorização das principais estações por parte da Companhia Elétrica do Amapá conforme o fornecimento de energia for regularizado, o que pode acontecer somente no próximo fim de semana.

A rede das empresas está em operação parcial desde terça-feira, 3, em pelo menos 13 cidades em função de um incêndio que destruiu a única subestação de energia elétrica do estado. Sem a subestação, Amapá fica desconectado do Operados Nacional do Sistema e incapaz de distribuir eletricidade a 90% da população.

Anterior Tim terá recarga via Pix
Próximos Anatel aplicou R$ 7,86 bi em multas, mas recebeu menos de R$ 1 bi até hoje